Menu
Busca terça, 28 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Geral

Reincidentes: mais uma vez Extra e Comper são autuados pelo Procon-MS

O balanço de irregularidades fechou com 1108 produtos vencidos, itens sem preços e outros deteriorados

02 outubro 2017 - 17h12Da redação com assessoria

A Superintendência de Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS) intensificou as fiscalizações nos supermercados de todas as regiões de Campo Grande e inspecionou 15 estabelecimentos sendo que 14 deles foram autuados. A ação aconteceu do dia quatro ao dia 25 de setembro, entre as lojas visitadas pelos fiscais do Procon estavam a Rede Comper e Extra Hipermercados onde foram constadas irregularidades. 

O balanço de irregularidades fechou com 1108 produtos vencidos, itens sem preços e outros deteriorados. Foram fiscalizados supermercados atacadistas e de varejo no centro e nos bairros como o Chácara Cachoeira, Santa Fé, Jardim Alegre, Cruzeiro, Vila Carlota, Aero Rancho, Bandeirantes, São Conrado, Jockey Club, Buriti, Tijuca, Vila Planalto e Monte Castelo.

As grandes redes como os Supermercados Comper e Extra Hipermercados, mais uma vez estavam na lista do Procon por irregularidades em suas lojas. De acordo com o superintendente do órgão de defesa do consumidor, Marcelo Salomão, todos os produtos vencidos encontrados foram retirados imediatamente das prateleiras e descartados. 

Promoções falsas

Salomão disse ainda que vai analisar as autuações, além de dar o direito de defesa aos estabelecimentos.

“Os autos serão analisados, mas as lojas autuadas poderão pagar multas que variam de R$ 5 mil a R$ 50 mil. O Comper e o Extra já são reincidentes, este ano essas redes já passaram por três fiscalizações e toda vez encontramos algo de errado”, afirmou Salomão.

“Nossa intenção é que essas redes reduzam essas irregularidades e para isso iremos fazer ações como a gente vem fazendo a cada dois meses”, acrescentou. 

Em uma das lojas fiscalizadas, no dia 22 do mês passado, foram encontradas 330 produtos vencidos, a maior quantidade encontrada durante os trabalhos do Procon. Além de produtos fora da data de validade, o órgão de defesa do consumidor também constatou casos de propaganda enganosa, como por exemplo, produtos que são anunciados em promoção, seja por panfletos ou nos meios de comunicação, mas que tem os valores divergentes quando procurados pelo consumidor.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Curso de formação para aprovados em concurso PM/BM começa em 2 de março
Geral
Banco do Brasil cria contas para doações a vítimas de enchentes
Geral
LinkedIn, Facebook, Instagram e Tinder; entenda como a “modinha” começou
Geral
Prefeitura convoca mais de 200 profissionais concursados
Geral
Assassino de florista permanece na Santa Casa
Geral
Seguro-desemprego é negado a trabalhador que tem MEI ou CNPJ ativo
Geral
Saiba como se cadastrar no alerta da Defesa Civil
Geral
Reinaldo cobra forças federais na fronteira
Geral
Dourados ocupa 9º lugar em ranking de carteira assinada em 2019
Geral
Ajude: Criança precisa de doações de sangue para tratamento de quimioterapia

Mais Lidas

Turismo
MS tem o Melhor Destino de Ecoturismo do Brasil
Geral
Curso de formação para aprovados em concurso PM/BM começa em 2 de março
Polícia
Homem e sobrinha de 7 anos são sequestrados e deixados amarrados em mata
Polícia
"Morri, porque matei inocentes", dizia bilhete encontrado com jovem executado