Menu
Menu
Busca terça, 23 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Interior

Mulher acusada de matar e esquartejar marido em MS pede afastamento de qualificadoras

Defesa de Aparecida Graciano de Souza, presa pelo assassinato de seu marido, afirma que não há provas do uso de veneno e que os motivos não se enquadram como motivo torpe

12 junho 2024 - 08h22Vinícius Santos     atualizado em 12/06/2024 às 08h22

A defesa de Aparecida Graciano de Souza, de 62 anos, entrou com recurso no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) contestando as qualificadoras atribuídas pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) no caso do assassinato de seu marido, Antônio Ricardo Cantarin, de 63 anos. As qualificadoras em questão são motivo torpe e emprego de veneno.

O crime, ocorrido no Bairro Véstia, em Selvíria, a 404 quilômetros de Campo Grande, começou a ser investigado em 25 de maio de 2023. Aparecida será submetida a julgamento popular.

Argumentos da defesa - A defesa de Aparecida argumenta que não há comprovação do uso de veneno para cometer o crime. Em seu recurso, a defesa alega: "não há nos autos elementos hábeis a comprovar a utilização de veneno para ceifar a vida da vítima, bem como não restou produzida prova judicial em tal sentido".

Além disso, a defesa pede o afastamento da qualificadora de motivo torpe, alegando que os motivos apresentados por Aparecida não se enquadram nessa categoria. Segundo o recurso: "os motivos declinados pela Sra. Aparecida que estão descritos na Denúncia não se enquadram em tal classificação, já que o motivo torpe não se confunde com o motivo injusto, retratado na Denúncia".

Detalhes do crime - De acordo com a denúncia, Aparecida teria reclamado da falta de valorização por parte de seu marido, que necessitava de cuidados especiais devido a um acidente vascular cerebral. Ela teria comprado veneno para ratos em uma loja local e oferecido a substância ao marido, alegando ser um remédio para dor de barriga.

Após a ingestão do veneno, Antônio faleceu. Em seguida, Aparecida teria esquartejado o corpo da vítima, utilizando uma faca com lâmina de 23,5 cm, e descartado os membros em uma mala e sacos na rodovia.

Aparecida continua presa devido à gravidade do crime. O caso será analisado pelo TJMS.

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Ilustrativa
Interior
MP investiga tráfego de canavieiros na BR-497 e ligação com acidentes em Paranaíba
TJ derruba decisão que barrava gastos de R$ 1,8 milhão para eventos em Anastácio
Interior
TJ derruba decisão que barrava gastos de R$ 1,8 milhão para eventos em Anastácio
Entrega foi feita nesse fim de semana por comitiva do Governo do Estado
Interior
Moradores de Bela Vista recebem lotes urbanizados e pavimentação
Suzano iniciou operações da maior linha única de produção de celulose do mundo
Interior
Início de operação da fábrica de Ribas do Rio Pardo faz de MS o 'Vale da Celulose'
Militares fizeram o resgate de um trabalhador
Interior
JD1TV: Obra que seria clínica de hemodiálise desaba e deixa dois feridos em Nova Andradina
Fachada do TCE-MS
Justiça
TCE-MS quer justificativas sobre desclassificação de empresa em licitação de escola
Sede do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul - TCE/MS
Interior
TCE 'barra' licitação de R$ 2,1 milhões por irregularidades em Ponta Porã
Carretas ficaram destruídas no acidente
Interior
Criança sobrevive e casal morre em batida entre carretas na BR-163, em Jaraguari
Entrega foi realizada nessa sexta-feira (19),
Interior
Riedel entrega obra de pavimentação no Distrito de Albuquerque, em Corumbá
Táxi
Interior
Taxista é assaltado e ferido a tiros durante corrida em Naviraí

Mais Lidas

Sala de atendimento da DEPCA
Polícia
Adolescente é esfaqueado pela mãe e fica com as vísceras expostas na Capital
Kauã morreu horas após dar entrada no hospital
Polícia
Adolescente esfaqueado pela própria mãe morre em hospital de Campo Grande
Aeroportos, como o de Madri, na Espanha, foram os locais mais afetados com o apagão
Geral
Apagão cibernético 'para o mundo' e deixa bancos, aeroportos e serviços inoperantes
Joe Biden
Internacional
Joe Biden desiste da campanha à reeleição