Menu
Busca terça, 05 de julho de 2022
(67) 99647-9098
Prefeitura - Reviva Junho-julho22
Justiça

Caso Henry: Juíza nega pedido e Jairinho deve continuar preso

O ex-vereador foi preso acusado da morte de seu enteado, o menino Henry, de 4 anos

23 junho 2022 - 16h57Pedro Molina

A juíza Elizabeth Louro, da 2ª Vara Criminal do Tribunal do Rio de Janeiro, negou nesta quarta-feira (22) uma série de pedidos feitos pela defesa do ex-verador Jairo Souza Santos Júnior, o Jairinho, e ele deve continuar preso.

De acordo com Louro, a custódia de Jairinho é necessária, visto que a oitiva dos peritos, pedida pelos advogados do ex-governador, não acrescentaram novo fato ao processo.

Relembre a prisão

No dia 8 de abril do ano passado, Jairinho, que era padrasto de Henry Borel, e a mãe da criança, Monique Medeiros, foram presos no Rio de Janeiro acusados pela morte do garoto.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Ministério da Justiça abre processo para investigar TikTok
Justiça
STF barra lei que aumentava o aumenta os gastos do governo com publicidade
Justiça
Facebook é condenado a pagar indenização à Keanu Reeves brasileiro
Justiça
Conheça a lista sêxtupla para o TRT
Justiça
Procurador que agrediu chefe vira réu por tentativa de feminicídio
Justiça
Justiça de MS participa de encontro sobre "e-Justice"
Justiça
MPF pede extinção de ação do PL contra PT e Lula por show com Daniela Mercury
Justiça
Caso Henry: Monique Medeiros volta à prisão
Justiça
Ação contra lei que limita cobrança do ICMS é protocolada por governadores
Justiça
MP apura conduta de enfermeira envolvida no vazamento de dados de Klara Castanho

Mais Lidas

Polícia
Mulher é socorrida seminua, suja e ensaguentada após assalto no Centenário
Polícia
Jovem morre engasgado com uva no Jardim Carioca
Interior
Comerciante de Coxim morre após sofrer grave acidente na BR-163
Geral
Leilão da Sefaz tem mais de 900 lotes com produtos como celulares e computadores