Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS outubro21
Justiça

Justiça aceita denúncia de associação criminosa e fraude em aeroporto

Eles combinavam valores a fim obter vantagens sobre os concorrentes durante pregões da Infraero; sete irão responder pelo crime

09 fevereiro 2019 - 11h46Marcos Tenório

A Justiça aceitou a denúncia feita pelo Ministério Público Federal (MPF) contra sete pessoas por associação criminosa e fraude em licitação da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Os envolvidos são Carlinho dos Santos, Edson Flogner, Sidney Aparecido Martins de Oliveira, Vitor Hugo dos Santos, Fabiano Luis Gusso, Gustavo Locks de Pauli e Hugo Evangelista Kinaki, que respondem pelo crime de fraude em licitação por meio de concurso de pessoas. Todos, exceto Edson Flogner, respondem, também, por associação criminosa.

Entenda o caso

 Eles combinavam valores a fim obter vantagens sobre os concorrentes durante pregões da Infraero, incluindo um realizado para a exploração comercial de área localizada no saguão de embarque do Aeroporto Internacional de Campo Grande, destinada à atividade de lanchonete e cafeteria, em 2014.

A soma das penas para os crimes de associação criminosa e fraude em licitação pode chegar a sete anos de prisão, além de multa e a indenização do prejuízo causado aos consumidores, estimado pelo MPF no valor total de R$ 416 mil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Idoso é condenado por pedofilia em Naviraí
Justiça
"Tenente Terror" é condenado por agredir mulher dentro de quartel da PM em Bonito
Justiça
MPT requisita investigação contra Carrefour após vendedor ser humilhado
Justiça
Integração fronteiriça é promovida por juízas de MS com países vizinhos
Justiça
Ministro Barroso volta a defender regulamentação de redes sociais
Justiça
Preso por violência doméstica, DJ Ivis recebe habeas corpus e vai sair da prisão
Justiça
Ex-sargento da PM é julgado por matar tenente aposentado da PM em 2017
Justiça
CNJ destaca trabalho do Tribunal de Justiça de MS
Justiça
TSE confirma ilegalidade de gravações feitas em ambientes privados
Justiça
Decisão do STF torna gratuito o acesso a Justiça do Trabalho

Mais Lidas

Brasil
Crianças de 2 e 4 anos morrem carbonizadas; irmão de 16 anos assumiu o crime
Polícia
Homem de 31 anos morre após se engasgar com pedaço de carne
Saúde
“Aqui não é lanchonete”, diz médica a paciente em hospital da Capital
Brasil
Crime manda baixar gasolina