Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Justiça

Metalfrio é impedida de demissão coletiva sem negociação com sindicato

Ação foi impetrada pelo Ministério Público. Caso a empresa não cumpra medida, receberá pena de R$ 15 mil por infração

31 julho 2020 - 17h15Flávio Veras

O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT-MS) conseguiu liminar na Justiça que impede a Metalfrio, de Três Lagoas, a realizar qualquer dispensa coletiva de seus funcionários sem prévia negociação coletiva com o sindicato da categoria profissional. Caso a empresa desobedeça a ordem, receberá multa de 15 mil por infração constatada.

A empresa é uma das maiores fabricantes de refrigeradores da América Latina. Segundo o MPT, a determinação foi concedida pela Justiça na última quinta-feira (30).

Desde o início da pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19), a indústria já demitiu 276 trabalhadores vinculados à unidade em Três Lagoas, entre março e maio deste ano, desprezando alternativas apresentadas pelo Governo Federal por meio de medidas provisórias que autorizam a suspensão de contratos de trabalho ou a redução de jornada e salário. A Metalfrio mantinha cerca de 900 funcionários no estabelecimento, conforme consulta ao Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) relativa a dezembro do ano passado.

Em ação protocolada no último dia 27, o MPT-MS chama atenção, dentre diversos aspectos, para o fato de a indústria ter obtido incentivo fiscal junto ao Estado de Mato Grosso do Sul na expectativa de gerar 2.788 postos de emprego.

No decorrer do processo, a procuradora do Trabalho Priscila Moreto de Paula exibe uma lista dos empregados que foram desligados da empresa e as datas das rescisões contratuais. Ao contrário do que alega a Metalfrio, de que houve apenas a interrupção de recentes contratos de trabalho, os documentos apresentados pelo MPT comprovam que foram dispensados diversos trabalhadores com décadas de serviços prestados à indústria.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
TJ recua e só 'reabre' dia 23 de agosto
Justiça
MP diz que ação conjunta nas ruas já mostra resultados
Justiça
Casal consegue divórcio por Whatsapp no MS
Justiça
Por decisão do STF, contas de bolsonaristas no Twitter são retiradas do ar
Justiça
OAB vai ao TJ e reforça canais de atendimento aos advogados
Justiça
Advogados pedem que OAB-MS ajude em diálogo com Judiciário na pandemia
Justiça
Policial demitido pelo Estado tem revés na Justiça
Justiça
Supermercado São José é condenado a indenizar cliente acusado por furto
Justiça
Consórcio Guaicurus e sindicato veem ilegalidades em protesto de trabalhadores
Justiça
"Autoridade na rua é o guarda, não o desembargador”, diz Marco Aurélio

Mais Lidas

Saúde
AO VIVO - Estado atualiza casos de coronavírus
Polícia
Por vingança, homem mata cunhado descarregando revólver
Saúde
Pai de vereador, apóstolo da El Shaddai está entubado com coronavírus
Polícia
Imagens fortes - Acidente deixa 8 mortos e mais de 20 feridos