Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
(67) 99647-9098
Justiça

Name já driblou a Justiça alegando problemas de saúde

Defesa apresentou laudos para justificar pedido de prisão domiciliar

18 outubro 2019 - 13h53Joilson Francelino

A justificativa de problemas de saúde para beneficiar o empresário Jamil Name diante da Justiça já foi usada outras vezes, assim como está sendo hoje, para impedir sua transferência para o Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, onde Name teria rotina idêntica a que cumpre hoje na prisão federal da capital de Mato Grosso do Sul. O objetivo agora é conseguir detenção domiciliar para Jamil .

O principal caso aconteceu em 2009, quando o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) deferiu o pagamento de um precatório milionário após um acordo entre a parte beneficiária [o empresário] e a prefeitura, de uma desapropriação indireta de 4 hectares, entre a avenida Antônio Teodorowick e a rotatória de acesso ao Parque dos Poderes, quando houve o prolongamento da avenida Mato Grosso.

Para driblar a Justiça e avançar a ordem cronológica, Jamil alegou que tinha uma “doença grave “ e precisava de tratamento no exterior , já que no Brasil não conseguiria cura. Sete dias depois, o TJ-MS estabeleceu o acordo e liberou R$ 18 milhões ao empresário, que foram pagos em 13 parcelas mensais , mas o alegado não aconteceu.

Agora, a defesa de Jamil apresenta laudos que apontam quatro doenças graves quese agravariam com a permanência no Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), com o objetivo de converter a prisão preventiva em domiciliar.

Os laudos encaminhados para análise do juiz Marcelo Ivo, apontam que o empresário é portador de diabetes mellitus tipo 2 descompensado sarcopenia, síndrome do idoso frágil, portador de polineuropatia diabetogênica e pulmonar obstrutiva crônica em estágio II.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Ex-pastor agressor recebe liberdade após reatar com vítima
Justiça
Justiça obriga empresa a pagar r$ 2 mil à aluno que não recebeu aulas do curso
Justiça
Comitê atua por melhorias na justiça de primeiro grau
Justiça
Ary Raghiant Neto será empossado Vice-Presidente do Conselho de Colégios da OAB do Mercosul
Justiça
Marelli prostesta título quitado e deve pagar R$ 10 mil por danos morais a cliente
Justiça
PF mira Roberto Jefferson, blogueiro, deputado de SP e empresário Luciano Hang
Justiça
“Quem desvia dinheiro público em meio à pandemia, é sociopata”, diz procurador-geral
Justiça
Ladário: Justiça suspende decreto que previa orações para conter pandemia
Justiça
Ao vivo: JD1 entrevista o novo Procurador-Geral de MS, Alexandre Magno
Justiça
CPI acusa Energisa de alterar resolução da Aneel para barrar perícia

Mais Lidas

Cidade
Detran disponibiliza 458 veículos para leilão em junho
Cidade
Funsat oferece 216 vagas de trabalho com salários de R$ 1.110 a R$ 2.600
Política
Convenções partidárias serão virtuais nas eleições deste ano
Justiça
Ex-pastor agressor recebe liberdade após reatar com vítima