Menu
Menu
Busca terça, 28 de maio de 2024
Secovi
Justiça

Juiz manda prender homem acusado de matar mulher queimada em MS

Damião Souza Rocha vai ser julgado pelo júri popular, a decisão é do magistrado Bruce Henrique dos Santos Bueno Silva

16 maio 2024 - 13h10Vinícius Santos

O juiz Bruce Henrique dos Santos Bueno Silva ordenou a prisão de Damião Souza Rocha, 31 anos, e decidiu que ele será julgado pelo júri popular. Rocha é acusado de atear fogo em sua esposa, Pâmela de Oliveira da Silva, 37 anos, na frente de seus dois filhos, em julho de 2022, na cidade de Rochedo.

A decisão judicial foi tomada em resposta a solicitações do Ministério Público do Estado do Mato Grosso do Sul (MPMS) e de advogados assistentes de acusação. O magistrado considerou os eventos como de extrema gravidade, demonstrando uma conduta desmedida por parte do acusado, que ignorou a integridade e dignidade de sua ex-companheira, assim como as normas sociais de convivência harmoniosa entre as pessoas.

O juiz destacou ainda que a disputa pela guarda das crianças entre o acusado e a família da vítima representa um risco para a instrução do caso, o que reforça a necessidade de prisão para evitar interferências no processo.

Acusação - A família de Pâmela acusa Damião de ter iniciado o incêndio intencionalmente durante uma discussão. Em um boletim de ocorrência registrado pela família, a irmã da vítima relata que, enquanto Pâmela estava sendo atendida em um posto de saúde em Rochedo, ela confessou ter discutido com o marido no dia do incêndio. Segundo Pâmela, ele teria jogado gasolina nela e ateado fogo.

A irmã da vítima também conversou com a sobrinha de 10 anos, presente na residência no momento do ocorrido, que confirmou que o pai havia brigado com a mãe, a agredido e depois incendiado a esposa. Por medo de represálias, a criança pediu para que a tia não revelasse nada a ninguém.

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Moraes determina que PF ouça delegado preso suspeito de planejar morte de Marielle
Justiça
Moraes determina que PF ouça delegado preso suspeito de planejar morte de Marielle
STF prorroga diretriz das cotas raciais em concursos públicos
Justiça
STF prorroga diretriz das cotas raciais em concursos públicos
Fachada da Câmara Municipal de Campo Grande -
Justiça
TJ manda empossar suplente filiado ao PSDB
Alexandre de Moraes
Brasil
Recursos de delações e condenações devem ser destinados pela União, diz STF
 Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) -
Interior
Ação judicial obriga reforma em unidade de acolhimento de Paraíso das Águas
F
Justiça
MPMS abre procedimento para acompanhar eleições municipais de 2024
Imagem da urna eleitoral eletrônica /
Política
Servidora pública de Douradina é condenada por propaganda eleitoral antecipada
Dos R$ 6 milhões desviados, Gaeco recuperou R$ 800 mil até as primeiras horas da investigação
Justiça
Justiça exige intervenção da CBF na Federação de Futebol de MS
Waldeli dos Santos Rosa -
Política
Ex-prefeito é condenado por espalhar "Deep Fake" em Costa Rica
Fachada da Câmara Municipal de Campo Grande -
Justiça
Embate por vaga de Claudinho Serra vai parar no TJMS

Mais Lidas

Waldeli dos Santos Rosa -
Política
Ex-prefeito é condenado por espalhar "Deep Fake" em Costa Rica
Vítima morreu ainda no local
Polícia
Homem é morto a tiros após jogar salgado em dono de lanchonete
Campo Grande amanhece encoberta de névoa
Clima
Campo Grande amanhece com neblina e frio ganha novo aliado nesta segunda
Delegadas Elaine Benicasa e Analu Lacerda deram detalhes sobre o crime de Amalha Mariano
Polícia
Nova versão: Caminhoneiro matou corretora após discussão em caso extraconjugal