Menu
Menu
Busca sábado, 13 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Polícia

'Só coincidência': Apartamento de Azambuja, invadido e furtado, não era alvo direto

Polícia descartou que o local estivesse sendo vigiado pelos bandidos antes; "É uma espécie de tentativa e erro", afirmou o delegado

12 junho 2024 - 15h00Brenda Leitte e Carla Andréa    atualizado em 12/06/2024 às 17h04

O Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros) realizou coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira (12), em Campo Grande, para falar sobre o furto no apartamento do ex-governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que aconteceu no domingo (9). 

A investigação descartou que Azambuja vinha sendo monitorado pelos ladrões. “Se trata de uma quadrilha especializada em furtos de apartamentos. O crime não foi direcionado ao apartamento do ex-governador especificamente. É uma espécie de tentativa e erro. São pessoas bem vestidas, de boa aparência, que se aproveitam de falhas na logística dos prédios para então efetuar o roubo”, afirmou o Delegado Pedro Cunha.

Diante da dinâmica do crime, a polícia desconfiava de que a quadrilha não era de Mato Grosso do Sul. “Desde o início já tínhamos forte suspeita de que não se tratava de indivíduos do Estado, devido as qualificadoras abordadas. Já tínhamos em mente que se tratava de uma quadrilha de fora de MS, pois não é corriqueiro esse tipo de crime aqui no Estado, não da forma como ocorreu”, pontuou o delegado Roberto Guimarães.

O veículo utilizado pelos criminosos antes e após o furto era alugado. Eles foram localizados na cidade de São Paulo, sendo necessário acionar a polícia do estado paulista. "Constatamos que os indivíduos praticaram o crime e já retornaram para a cidade natal, que é São Paulo capital. A Polícia Civil do estado de São Paulo foi acionada para que monitorassem os criminosos por lá, enquanto nossa equipe estava se deslocando até eles. Os indivíduos foram rapidamente localizados e detidos. Inclusive, eles estavam em posse de alguns itens que foram furtados do apartamento quando foram presos em flagrante", detalhou os delegados.

Segundo ainda a polícia, os criminosos utilizaram de uma chave de fenda e chutes para entrar no apartamento do ex-governador. Caso esclarecido por meio de diligências policiais, uma vez que não há câmeras na porta de entrada e no hall da moradia, apenas nos corredores. Um dos ladrões respondia em liberdade há 10 meses, pelo mesmo crime.

Pertences recuperados

Foram recuperados alguns dos bens furtados, como joias e relógios, o restante ainda está sendo investigado. “Alguns dos bens já foram repassados, e diante disso a investigação quer chegar até os receptadores”.

À polícia, os criminosos que têm entre 20 e 30 anos, revelaram a dinâmica do crime. “Eles confessaram que buscam por apartamentos de luxo no Google, e vai sendo feito uma pesquisa, onde é analisado os de maior chance para efetuar os roubos. Desta vez, coincidiu de ser o apartamento do ex-governador. Esses crimes já foram registrados em outras localidades do País, como Bahia, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, todos com as mesmas características de furto em apartamentos de luxo”, finalizou.

Os suspeitos foram trazidos para Campo Grande, após juiz conceder prisão preventiva, onde ficarão à disposição da Justiça.

Os três homens que estão presos, devem responder por furto qualificado e organização criminosa.

Entenda o caso

Azambuja mora em um edifício de alto padrão que detém de monitoramento por câmeras, porteiro e acesso restrito. No entanto, nada disso impediu a ação dos bandidos.

O furto ocorreu quando o ex-governador estava em viagem para Maracaju, sua cidade natal no interior de Mato Grosso do Sul, que comemorou aniversário de 100 anos.

O JD1 tentou contato com Azambuja, que preferiu não falar sobre o assunto.

 

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp. Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no IOS ou Android.

Reportar Erro
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caso foi registrado na Depac Cepol
Polícia
Mãe é presa por desacato ao fazer barraco em escola para defender o filho na Capital
Três pessoas ficaram feridas durante o acidente, sendo socorridos pelo Corpo de Bombeiros
Polícia
Caminhonete capota várias vezes após motorista bater em barranco na BR-419
JD1TV - Gado agoniza até morrer de frio em fazenda de Tacuru: 'Tudo morto'
Polícia
JD1TV - Gado agoniza até morrer de frio em fazenda de Tacuru: 'Tudo morto'
Imagem Ilustrativa
Polícia
Funcionário de hotel é morto a facadas em Ponta Porã
Pai é preso por estuprar e matar o filho de apenas 7 meses
Polícia
Pai é preso por estuprar e matar o filho de apenas 7 meses
Caso foi registrado na Depac Cepol
Polícia
Homem pede inquilino sair de casa alugada e é ameaçado de morte no Coophavila II
Homem morre queimado ao acender cigarro no fogão de casa no Nova Lima
Polícia
Homem morre queimado ao acender cigarro no fogão de casa no Nova Lima
Caso foi registrado na Depac Cepol, em Campo Grande
Polícia
Jovem é esfaqueado no pescoço e socorrido em estado grave no Lageado
Mulher usou mensagem em aplicativo de entrega de comida para pedir socorro
Polícia
Vítima de estupro pede socorro por meio de aplicativo de entrega de comida: 'Me ajuda'
Casa pega fogo e fica parcialmente destruída em Corumbá
Polícia
Casa pega fogo e fica parcialmente destruída em Corumbá

Mais Lidas

Tempo amanheceu nublado e característico de frio
Clima
Nova frente fria desembarca em MS trazendo ainda mais instabilidade
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Justiça
Juiz determina que Cepol receba flagrantes de tráfico de drogas
Caso foi registrado na Depac Cepol, em Campo Grande
Polícia
Jovem denuncia ameaças sobre cobranças e agiota é preso em Campo Grande
Clima ficará ameno com a passagem da frente fria
Clima
Frio se mantém mesmo com máximas voltando a subir em MS nesta quinta-feira