Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Política

Guedes apresenta proposta orçamentária na Câmara

O projeto da LDO que será apresentado hoje prevê salário mínimo de 1.040 para o ano que vem

14 maio 2019 - 10h55Mauro Silva, com informações da Câmara Federal

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020 será debatido nesta terça-feira (14) em audiência pública na Comissão Mista de Orçamento (CMO). O ministro da Economia Paulo Guedes estará presente para discutir sobre os planos do governo em relação aos orçamentos do ano que vem.

Os integrantes da CMO devem questionar Guedes sobre o bloqueio de 30% nas verbas das universidades federais. No projeto da Lei do Orçamento está previsto que o salário mínimo deve ser de R$ 1.040 no ano que vem, sem ganho real, ou seja, acima da inflação. Já no quesito da meta fiscal, existe um déficit rimário de R$ 124,1 bilhões pelo sétimo ano consecutivo.

Regra de ouro

Na manhã de hoje, a CMO realizou outra audiência pública, para discutir o projeto de crédito suplementar. Esse tipo de crédito permite que o governo peça autorização ao Congresso para captar R$ 248,9 bilhões no mercado, verba que serve para saldar despesas obrigatórias com benefícios previdenciários e sociais, como Bolsa Família, entre outros itens. De maneira simplificada, é como uma pessoa ir ao banco e pegar dinheiro para pagar o aluguel.

Banco Central

Na quinta-feira (16), às 10 horas, a Comissão de Orçamento vai ouvir o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Ele deverá falar sobre a condução das políticas monetária, cambial e de crédito, além de apresentar os balanços da autarquia, inclusive aqueles que tratam dos lucros que agora poderão ser usados no cumprimento da “regra de ouro”. Posteriormente, Campos Neto será convidado para um debate sobre a eventual autonomia plena do BC.

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Fábio solicita inclusão do exame de câncer colorretal no SUS
Política
Suspeito de tentar roubar fio de energia, é encontrado morto
Política
Marçal Filho inicia grupo de defesa à saúde mental em MS
Política
Simone Tebet disse que Previdência deve levar 60 dias no Senado
Política
Em seminário no Uruguai Nelsinho Trad discute Rota Bioceânica
Política
Odilon Junior diz que pai quer “apenas respirar outros ares”
Política
Reinaldo Azambuja tem êxito na integração com o Paraguai
Política
Para líderes, Weintraub é o pior ministro e Tereza Cristina a melhor
Política
MS tem “plano b”, se nova previdência excluir estados
Política
Ignorados pelo PSL, David e Ovando tem boa atuação parlamentar

Mais Lidas

Polícia
Família encontra adolescente que estava desaparecida
Polícia
Homem é morto a tiros dentro de casa enquanto fumava narguilé
Educação
Desligamento de professores da educação especial preocupa pais
Geral
Sem a OAB sociedade fica desprotegida, diz Mansour Karmouche