Menu
Busca segunda, 06 de dezembro de 2021
(67) 99647-9098
Governo Caravana SAude - dez21
Política

Reinaldo e Riedel veem como "natural" lançamento de Marquinhos

Falas ocorreram hoje durante evento de lançamento do programa "MS Alfabetiza"

25 outubro 2021 - 18h18Méri Oliveira

O prefeito Marquinhos foi lançado no último sábado (24), pelo presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab, como candidato a governador de Mato Grosso do Sul nas próximas eleições.

Hoje (25), em evento oficial do governo do estado, o atual governador, Reinaldo Azambuja, afirmou que a política é dinâmica e que não é possível fazer política por conta própria, que acredita em alianças de propostas, de programa de governo e de resultados, como os que foram alcançados por meio da administração realizada no estado e, ainda, que tudo isso faz parte das tratativas políticas. 

Quanto a apoiar a candidatura de Marquinhos, Reinaldo prefere ser cauteloso, mas afirma que até as convenções do PSDB, em julho de 2022, será possível constituir uma aliança ampla para dar suporte à candidatura de Eduardo Riedel, atual secretário de estado de Infraestrutura, e que também o PSD - partido de Marquinhos - será procurado para alianças. 

"Até julho eu tenho certeza que nós conseguiremos fazer uma ampla aliança para apoiar nosso candidato, que é o Eduardo Riedel. Eu acredito muito na capacidade de gestão dele, nas mudanças transformadoras que ele fez como secretário, gestionando uma política pública melhor para o MS, e aí nós vamos buscar os aliados, e o PSD vai ser buscado também, pra gente conversar e ver se a gente consegue ter eles junto conosco nas eleições do ano que vem".

Para Eduardo Riedel, ainda é muito cedo para falar de política para o próximo ano e garante que está focado em suas funções junto ao governo do estado e que acredita que o prefeito Marquinhos também esteja focado na administração da prefeitura. 

"É natural, ele é de um partido, o partido é amplo, tem as suas discussões em relação ao ano que vem, mas é tudo muito cedo, acho que a gente tem que focar no resultado das responsabilidades que a gente tem. Acho muito natural esse processo, o PSD é um partido que tem representação importante aqui no estado - senador Nelsinho, prefeito Marquinhos -, e faz parte do processo político essa discussão. Acho que no ano que vem a gente vai, no momento apropriado, fazer a discussão política", finalizou o secretário. 

Senar Agrinho dez21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Senado aprova PEC dos Precatórios
Política
Após bebedeira homem é encontrado morto em quintal
Política
Bolsonaro adia vinda a Porto Murtinho
Política
Londres Machado pede apoio à candidatura de Riedel a governador
Política
Azambuja defende união entre os estados para incentivar a vacinação contra Covid
Política
Presidente Bolsonaro assina filiação ao PL
Política
Azambuja vai a Curitiba para reunião com governadores do Codesul
Política
Governador anuncia curso novo na UEMS e investimento de R$7 milhões
Política
Sabatina de André Mendonça é marcada para quarta-feira no Senado
Política
Pesquisa IPR mostra quadro eleitoral em MS

Mais Lidas

Polícia
Acidente entre motos tira a vida de jovem de 19 anos
Polícia
Homem é esfaqueado por vizinho por defender filho na Capital
Polícia
Jovem morre atropelada por motociclista bêbado em MS
Polícia
Briga entre funcionários de Fazenda termina em morte à facadas