Menu
Busca segunda, 20 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Saúde

Covid: Vacinados com 2 doses têm menos risco de infecção pela Delta

O estudo feito pelo Imperial College de Londres entre britânicos

04 agosto 2021 - 14h13Brenda Assis

Um estudo feito pelo Imperial College de Londres entre britânicos mostra que aqueles que tomaram as duas doses das vacinas contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech e da Oxford/AstraZeneca têm entre 50 a 60% menos risco de serem infectados pela variante Delta do coronavírus.

Os pesquisadores analisaram dados de cerca de 98 mil pessoas em um levantamento chamado REACT-1, que foi divulgado nesta quarta-feira (4). De acordo com as informações obtidas, as pessoas que cumpriram o esquema completo dos imunizantes tinham cerca de metade da probabilidade de testar positivo contra a Covid-19 quando comparados aos que não se vacinaram ou não tinham tomado as duas doses.

Apesar da boa notícia, o percentual é menor do que o indicado em levantamento anterior da agência de saúde pública inglesa – a Public Health England (PHE). Questionados sobre o assunto, os pesquisadores explicaram que as estimativas da PHE se concentraram no grupo de pessoas que relataram sintomas da doença, enquanto o REACT-1 foi feito com um grupo maior que incluía também pessoas sem sintomas.

“Estamos observando a efetividade contra a infecção em uma amostra aleatória da população em geral, que inclui indivíduos assintomáticos”, disse o epidemiologista do Imperial College Paul Elliot, que liderou o estudo.

OMS
Nesta quarta-feira (4), a OMS reconheceu que a circulação de variantes mais transmissíveis do coronavírus – caso da Delta – pode atrapalhar a formação da imunidade de rebanho.

A agência internacional informou que não é mais possível determinar a taxa de imunização necessária para atingir a imunidade de rebanho, que define um cenário de controle da pandemia. Antes, a OMS indicava que esse percentual estaria entre 70% e 75%.

As autoridades de saúde pública, entretanto, deixaram claro que o avanço das variantes não está relacionado à eficácia das vacinas, e sim com a suspensão de medidas de controle da transmissão do vírus.

 

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Campo Grande aplica apenas 2ª dose da vacina contra Covid-19, nesta segunda-feira
Saúde
Fila do transplante de órgãos tem 428 pessoas em MS
Saúde
Confira: domingo terá vacinação contra a covid-19 só em dois locais
Saúde
Domingo será aplicada a dose de reforço contra a Covid em idosos de 65 anos
Saúde
No Dia Mundial do Doador de Medula Óssea, desafio tenta incentivar novas doações
Saúde
Com 8 meses de vacinação, MS é o 1º Estado a atingir imunidade coletiva
Saúde
MS recebe mais de 106 mil doses de vacina contra a Covid-19 neste sábado
Saúde
Correndo risco de morte, criança espera cirurgia de hérnia desde que nasceu
Saúde
Quatro UPAs não terão pediatra durante este sábado; confira
Saúde
Dose de reforço será para pessoas de 65 anos ou mais neste sábado

Mais Lidas

Polícia
Homem encontra pênis decepado dentro de pote no jardim da casa da mãe
Saúde
Com 8 meses de vacinação, MS é o 1º Estado a atingir imunidade coletiva
Polícia
Homem encontra o pai morto em avançado estado de decomposição na Vila Carvalho
Brasil
Homem coloca fogo em casa com ex-mulher e filhos dentro