Menu
Busca segunda, 18 de fevereiro de 2019
(67) 99647-9098
Tecnologia

Senai, UFMS e Fiocruz vão desenvolver pesquisas em conjunto para indústrias de MS

Uma possibilidade é ampliar os estudos na área de Bioinformática, uma das linhas de pesquisa da UFMS

20 outubro 2018 - 16h16Da Redação com Assessoria

Reunidos em Três Lagoas nesta quinta-feira (18), a equipe de pesquisadores do ISI Biomassa (Instituto Senai de Inovação em Biomassa), da área de tecnologia e ciências biológicas da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) articularam estudos e projetos que podem ser desenvolvidos em conjunto pelas instituições em prol das demandas da indústria e do desenvolvimento local. O trabalho do ISI Biomassa foi apresentado pelo diretor regional do Senai, Rodolpho Mangialardo, e pela diretora do Instituto, Carolina Andrade, e, em seguida, foi realizada uma visita técnica à estrutura de laboratórios, plantas-piloto e equipamentos de última geração.

Para Mangialardo, o encontro foi importante para identificar inúmeras oportunidades de parcerias com a Fiocruz e a UFMS. “Articulamos essa aproximação entre as instituições com o intuito de resolver os problemas da indústria por meio de pesquisas, na área de tecnologia, biomassa e bioinformática. Hoje envolvemos pesquisadores do ISI Biomassa, docentes e doutorandos da UFMS e a Fiocruz e pudemos conhecer os projetos que as três instituições desenvolvem e trocar experiências”, explicou. “A ideia é abrir as portas do ISI para UFMS e Fiocruz, e vice-versa, e promover esse intercâmbio de conhecimento e, juntos, criarmos soluções para a indústria”, completou.

Bioinformática

O reitor da UFMS, Marcelo Turine, afirmou que o objetivo é trazer os pesquisadores da instituição de ensino para o ISI e, em parceria com a Fiocruz, ampliar os estudos na área de Bioinformática, uma das linhas de pesquisa estudadas na universidade. “Viemos explorar o potencial do instituto para iniciar a execução de projetos em parceria com o ISI Biomassa. O Senai tem uma articulação grande com a indústria, um setor que, muitas vezes, a universidade, não tem uma participação tão grande, então acreditamos que estaremos mais próximos, com essa parceria, de levar nosso conhecimento para o dia a dia das pessoas”, opinou.

Pesquisador da área de Bioinformática da Fiocruz no Estado, Alberto Dávila disse que os vários projetos de pesquisa do instituto em bioquímica e biodiversidade no Estado poderão ser ampliados. “Considero muito importante a formação desse consórcio entre a Fiocruz, Senai e UFMS porque diferentes frentes de estudos serão beneficiadas e, essa troca de bagagem entre as instituições, vai contribuir, principalmente, com o desenvolvimento do Estado”, finalizou.

 

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tecnologia
Capital sediará evento para o progresso da ciência
Tecnologia
Em 2018, TV por assinatura perde 550 mil clientes
Tecnologia
Zuckerberg quer unificar WhatsApp, Instagram e Messenger através de mensagens
Tecnologia
Reinaldo destaca importância da tecnologia para serviços do Detran
Brasil
Presidente eleito diz que terá parceria de Israel em projeto piloto
Tecnologia
Temer lança primeira etapa do Satélite Geoestacionário de Defesa
Tecnologia
Celulares irregulares serão bloqueados hoje em MS
Tecnologia
Internet boa pra poucos ou ruim para todos?
Tecnologia
UFMS e FAPEC tem evento sobre tecnologia

Mais Lidas

Polícia
Desaparecimento de jovem ainda é um mistério para a polícia
Saúde
Câncer de ovário tem sintomas discretos e pode evoluir rapidamente
Geral
PM e PF apreendem contrabando de celulares avaliado em R$ 3 milhões
Geral
Boechat morreu de politraumatismo, aponta laudo do IML