Menu
Busca domingo, 09 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 03
Turismo

MS ganha dois prêmios de Turismo em edição nacional

A premiação foi realizada no Palácio das Artes em Belo Horizonte

08 dezembro 2019 - 10h18Sarah Chaves, com informações da assessoria

A Fundação de Turismo do Estado (Fundtur) representou o Mato Grosso do Sul, na segunda edição do Prêmio Nacional de Turismo, realizado pelo Ministério do Turismo e ganhou o segundo lugar na categoria Gestão de Dados e Monitoramento Turístico, com o programa de Classificação Turística dos Municípios, enquanto o projeto Sustentabilidade e Ecoturismo no Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, em Jardim e Bonito ficou com o bronze na ação Aproveitamento do Patrimônio Natural do Turismo.

A premiação consagrou 19 iniciativas e profissionais que contribuíram para o desenvolvimento do setor turístico no país. A cerimônia realizada no Palácio das Artes em Belo Horizonte anunciou os vencedores, escolhidos por comissões julgadoras. 

O diretor-presidente da Fundtur/MS, Bruno Wendling, foi empossado na presidência do Fórum Nacional dos Secretários Estaduais de Turismo (Fornatur), na presença do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro.

O Programa de Classificação Turística dos Municípios de Mato Grosso do Sul, realizado pelo Governo do Estado, busca fomentar o desenvolvimento da atividade turística em seus destinos turísticos. Com um sistema on-line, foi criada uma ferramenta de estímulo ao planejamento, gestão e marketing estratégico.

O programa contribui para que os gestores públicos municipais e estaduais conheçam o estágio de desenvolvimento no qual os destinos se encontram e tomem decisões estratégicas para melhorias nos processos de gestão pública, governança, sustentabilidade, infraestrutura turística e mercado.

“Conquistamos avanços importantes com esse reconhecimento nacional, reafirmando a posição do nosso turismo como referência nacional em gestão pública. É resultado de um trabalho de equipe e de uma ação de governo, onde, além dos investimentos em fomento e organização, o Estado planeja uma logística de apoio ao turismo”, afirmou o diretor-presidente da Fundtur.

Satisfação 

O prêmio conquistado pelo empreendimento Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, entre tantos outros colecionados pelos destinos, qualifica ainda mais o turismo de Bonito e região como modelo de exploração dos recursos naturais com proteção ambiental.

É considerado como exemplo de ecoturismo organizado com visitação limitada, foco em qualidade, com sistema de gestão de segurança certificado, viável economicamente e que concilia desenvolvimento regional, preservação ambiental e satisfação do turista.

O projeto foi um dos 418 inscritos no edital voltado às Iniciativas de Destaque, um dos segmentos do Prêmio Nacional de Turismo.

O 2º Prêmio Nacional do Turismo, iniciativa do Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional do Turismo (CNT), tem por objetivo identificar, reconhecer, premiar e disseminar iniciativas, práticas inovadoras e casos de sucesso relacionados aos setores, público e privado, e ao terceiro setor do turismo brasileiro. 

 

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo
Bonito decreta retomada das atividades turísticas em junho

Mais Lidas

Polícia
Colisão entre motocicleta e carro causa a morte de uma professora em MS
Saúde
UPAs terão 16 pediatras atendendo pela manhã e a tarde, veja onde encontrá-los
Cidade
Obras na Ernesto Geisel serão retomadas amanhã
Clima
Temperatura pode chegar a 32°C na capital neste domingo