Menu
Busca sábado, 18 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Turismo

MS ganha dois prêmios de Turismo em edição nacional

A premiação foi realizada no Palácio das Artes em Belo Horizonte

08 dezembro 2019 - 10h18Sarah Chaves, com informações da assessoria

A Fundação de Turismo do Estado (Fundtur) representou o Mato Grosso do Sul, na segunda edição do Prêmio Nacional de Turismo, realizado pelo Ministério do Turismo e ganhou o segundo lugar na categoria Gestão de Dados e Monitoramento Turístico, com o programa de Classificação Turística dos Municípios, enquanto o projeto Sustentabilidade e Ecoturismo no Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, em Jardim e Bonito ficou com o bronze na ação Aproveitamento do Patrimônio Natural do Turismo.

A premiação consagrou 19 iniciativas e profissionais que contribuíram para o desenvolvimento do setor turístico no país. A cerimônia realizada no Palácio das Artes em Belo Horizonte anunciou os vencedores, escolhidos por comissões julgadoras. 

O diretor-presidente da Fundtur/MS, Bruno Wendling, foi empossado na presidência do Fórum Nacional dos Secretários Estaduais de Turismo (Fornatur), na presença do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro.

O Programa de Classificação Turística dos Municípios de Mato Grosso do Sul, realizado pelo Governo do Estado, busca fomentar o desenvolvimento da atividade turística em seus destinos turísticos. Com um sistema on-line, foi criada uma ferramenta de estímulo ao planejamento, gestão e marketing estratégico.

O programa contribui para que os gestores públicos municipais e estaduais conheçam o estágio de desenvolvimento no qual os destinos se encontram e tomem decisões estratégicas para melhorias nos processos de gestão pública, governança, sustentabilidade, infraestrutura turística e mercado.

“Conquistamos avanços importantes com esse reconhecimento nacional, reafirmando a posição do nosso turismo como referência nacional em gestão pública. É resultado de um trabalho de equipe e de uma ação de governo, onde, além dos investimentos em fomento e organização, o Estado planeja uma logística de apoio ao turismo”, afirmou o diretor-presidente da Fundtur.

Satisfação 

O prêmio conquistado pelo empreendimento Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, entre tantos outros colecionados pelos destinos, qualifica ainda mais o turismo de Bonito e região como modelo de exploração dos recursos naturais com proteção ambiental.

É considerado como exemplo de ecoturismo organizado com visitação limitada, foco em qualidade, com sistema de gestão de segurança certificado, viável economicamente e que concilia desenvolvimento regional, preservação ambiental e satisfação do turista.

O projeto foi um dos 418 inscritos no edital voltado às Iniciativas de Destaque, um dos segmentos do Prêmio Nacional de Turismo.

O 2º Prêmio Nacional do Turismo, iniciativa do Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional do Turismo (CNT), tem por objetivo identificar, reconhecer, premiar e disseminar iniciativas, práticas inovadoras e casos de sucesso relacionados aos setores, público e privado, e ao terceiro setor do turismo brasileiro. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo
MS é indicado em três categorias no Prêmio Nacional de Turismo
Turismo
Brasil e EUA deram primeiro passo para participação em programa de viajantes confiáveis
Turismo
Reinaldo participa do primeiro "Isto É Mato Grosso do Sul"
Turismo
Governo reúne especialistas no Simpósio de Uso Público em Parques no MS
Turismo
Ecoturismo do MS será promovido em evento no mercado europeu

Mais Lidas

Polícia
Durante blitz, 11 pessoas foram pegas dirigindo sem CNH
Polícia
Vídeo: Criminosos são capturados pela polícia em perseguição no Aero Rancho
Internacional
Após surto de pneumonia, EUA aumenta vigilância em aeroportos
Educação
Inep encontra erro na correção do Enem