Menu
Busca domingo, 25 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Senai - EAD_senai_graduação
Brasil

Agrotóxico em forma de chumbinho é banido do mercado brasileiro

06 novembro 2012 - 10h43Reprodução/Brasil.gov

Está proibida em todo o país a comercialização do Aldicarbe, principal agrotóxico utilizado de forma irregular como raticida doméstico (conhecido popularmente como chumbinho). Em junho de 2012, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) cancelou o informe de avaliação toxicológica dos agrotóxicos a base de aldicarbe. Em outubro de 2012, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou o cancelamento do registro do Temik 150.

Estimativas da Anvisa apontam que o produto é responsável por quase 60% dos oito mil casos, todos os anos, de intoxicação relacionados a chumbinho, no Brasil.

O único produto a base de aldicarbe que possuía autorização de uso, no país, era o Temik 150, da empresa Bayer S/A. Trata-se de um agrotóxico granulado, classificado como extremamente tóxico, que tinha aprovação para uso exclusivamente agrícola, como inseticida, acaricida e nematicida, para aplicação nas culturas de batata, café, citros e cana-de-açúcar.

Chumbinho
Por se tratar de um produto clandestino, o chumbinho não possui rótulo com orientações quanto ao manuseio e segurança, informações médicas, telefones de emergência, descrição do ingrediente ativo e antídotos que devem ser utilizados em casos de envenenamento.

Os sintomas típicos de intoxicação por chumbinho ocorrem em menos de uma hora após a ingestão e os principais sinais clínicos são: náuseas, vômito, sudorese, salivação excessiva, visão borrada, contração da pupila, dor abdominal, diarreia, tremores, taquicardia, entre outros.

Em caso de intoxicação deve-se ligar, de forma gratuita, para o Disque-Intoxicação: 0800-722-6001. O serviço é disponível para todo país e conta com profissionais especializados na orientação do tratamento de casos de intoxicação.

Ineficaz como raticida
Além de possuir elevada toxicidade aguda, o chumbinho é ineficaz no combate doméstico de roedores. Normalmente, como o primeiro animal que ingere o veneno morre de imediato, os demais ratos observam e não consomem aquele alimento envenenado.

Já os raticidas legalizados, próprios para esse fim e com registro junto a Anvisa, agem como anticoagulantes, provocando envenenamento lento nos ratos. Dessa forma, a morte do animal não fica associada ao alimento ingerido, o que faz com que todos os ratos da colônia ingiram esse tipo de veneno.

Cancelamento
O cancelamento do registro dos produtos a base de aldicarbe segue as recomendações de restrição de uso deste ingrediente ativo, decorrentes da reunião da Comissão de Reavaliação Toxicológica, realizada em 2006. Na época, bem como nos anos subsequentes, foram estabelecidas uma série de medidas restritivas para a continuidade do uso do aldicarbe no Brasil, tais como: I- exclusão de uso do produto em diversas culturas, II- Restrição de venda aos estados da Bahia, Minas Gerais e São Paulo, exclusivamente para agricultores certificados e propriedades cadastradas para uso do produto; III- diminuição do número de revendas de mais de 200 para 34 canais e IV- inclusão de agente amargante e de emético (substância que induz ao vômito) na formulação do produto.

Após o processo de reavaliação, a empresa Bayer S/A apresentou, em 2011, um cronograma de descontinuidade de comercialização e de encerramento de importação, distribuição e utilização do produto. A empresa se comprometeu, ainda, a efetuar o recolhimento de qualquer sobra do produto em posse de agricultores.

Com os cancelamentos, estão proibidos no Brasil a produção, a comercialização e o uso de qualquer agrotóxico à base de aldicarbe.

Via Brasil.gov

Cruzeiro do Sul - 44 anos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Deputada diz que inicialmente suspeitou que mal-estar causou lesões
Brasil
Nascidos em julho recebem auxílio neste sábado
Brasil
Homem é preso após invadir apartamento e estuprar idosa
Brasil
Netflix aumenta valores dos planos de assinatura; veja novos preços
Brasil
Homem mata ex com cinco tiros e comete suicídio em seguida
Brasil
Mulher se nega a tomar vacina contra covid e é demitida por justa causa
Brasil
Vídeo: Mulher flagra marido com travesti dentro do carro e 'pancadaria come solta'
Brasil
Mulher é presa por forjar sequestro dela e do filho e pedir R$70 mil de resgate
Brasil
Vídeo: 'Não contavam com a minha astúcia', bandido é morto por segurança durante assalto
Brasil
Covid: 130 mil crianças perderam um dos responsáveis no Brasil, diz estudo

Mais Lidas

Polícia
Mãe e filha são ameaçadas e têm carro riscado ao pedir para vizinha abaixar o som
Polícia
Pais são presos suspeitos de torturar, abusar e matar filho de 1 ano
Polícia
Funcionária esquece cartão em sacola de roupas e cliente gasta R$ 856
Polícia
Atirador em gol rebaixado faz uma vítima no Moreninhas III