Menu
Busca domingo, 21 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Brasil

Canadense tem coleção com cerca de mil itens do Titanic

15 abril 2012 - 00h28Reprodução

Tudo começou com um prato azul de porcelana, 25 anos atrás. Desde então, o canadense Rene Bergeron não parou mais de colecionar objetos relacionados ao Titanic, expostos todos os anos, durante o aniversário do naufrágio, em sua loja de colchões e banheiras na pequena cidade de Cornwall, em Ontário.

Bergeron, considerado o maior colecionador do país, tem cerca de mil artefatos, incluindo uma xícara e um pires de porcelana chinesa, com detalhes em ouro e desenhos exclusivos do navio, que há exatos 100 anos atravessava o Atlântico com mais de 2.200 pessoas a bordo.

"É a tragédia humana que mantém as pessoas curiosas e mantém o Titanic vivo. São mais de duas mil histórias pessoais", disse por telefone o canadense de 38 anos, que passou a se interessar pelo acidente quando menino, ao ver o filme "Somente Deus por Testemunha" (1958).

Leilões
Com o centenário do naufrágio neste domingo, dois grandes leilões movimentam as vidas do pequeno clube de fanáticos por Titanic, como Bergeron. Ele não tem como participar da venda da coleção da RMS Titanic, um lote apenas de 5.500 itens por US$ 189 milhões (cerca de R$ 340 milhões), mas fará lances na da Bonhams, financeiramente mais acessível.

A RMS Titanic, única empresa autorizada a recolher objetos dos destroços, já fez desde 1994 oito incursões ao local, produzindo mapas e filmes em 3D, agora parte da coleção à venda. Há também um pedaço do casco de 17 toneladas e um famoso anjo de bronze da escadaria do navio.

Atualmente, os artefatos estão espalhados por sete exposições nos EUA. O vencedor do leilão seria anunciado na terça-feira, mas o evento foi adiado. A firma diz que há "múltiplos interessados" e que as negociações seguem em segredo.

Já no domingo, a casa de leilões nova-iorquina oferecerá objetos de US$ 1.000 a US$ 70 mil, em lances que podem ser feitos também via internet, de qualquer país, após registro no site (www.bonhams.com).

O lote mais barato é uma coleção de jornais da época, enquanto o mais caro é um ingresso intacto para assistir ao lançamento e batismo do Titanic. O batismo nunca aconteceu, e há quem acredite que isto deu início à má sorte dos mais de 1.500 passageiros que não sobreviveram.

Via Folha

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Confira o resultado da Dupla de Páscoa
Brasil
Bolsonaro diz que contratos de patrocínio da Petrobras passam por revisão
Brasil
CCJ retoma análise do parecer da reforma da Previdência na terça
Brasil
Bolsonaro condena ataques no Sri Lanka
Brasil
Bolsonaro diz que invasão de terra tem que ser tipificada como terrorismo
Brasil
Recadastramento de clientes de celulares pré-pagos começa nesta quinta
Brasil
Moraes revoga decisão que censurou reportagens
Brasil
Avianca vai devolver oito aeronaves depois da Páscoa
Brasil
Bolsonaro exonera general corumbaense, da secretaria de Esportes
Brasil
Mulher é presa seis anos após matar o ex-namorado

Mais Lidas

Polícia
Casal morre em acidente na MS-164
Polícia
Homem tem mãos decepadas, na fronteira
Polícia
Ex-radialista é morta com 24 facadas pelo sobrinho
Geral
Meningite mata jornalista conhecido em MS