Menu
Busca segunda, 26 de fevereiro de 2024
(67) 99647-9098
Brasil

CPI da Funai realiza três audiências nesta semana

A investigação também visitará três cidades do Estado

05 junho 2016 - 10h29Agência Câmara

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar a atuação da Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na demarcação de terras indígenas e quilombolas realiza três audiências, nesta semana, na Câmara dos Deputados. 

Terça-feira
Na terça-feira (7), os deputados vão ouvir o general de Exército Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira. O convidado exerceu o cargo de comandante militar da Amazônia durante dois anos, até abril deste ano, além de outras funções naquela região. 

Autor do requerimento para realização da audiência, o deputado Valdir Colatto (PMDB-SC) explica que o convidado deve falar sobre a atuação do Exército Brasileiro na Região Amazônica, “uma das áreas mais sensíveis no que diz respeito às matérias que são objeto desta comissão”.

O encontro será realizado a partir das 14 horas, no plenário 9.

Quarta-feira 


Na quarta (8), a CPI vai ouvir o diretor de Políticas da Agricultura Familiar e da Pesca, da Secretaria de Estado de Agricultura e da Pesca do Estado de Santa Catarina, Hilário Gottselig.

“O convidado possui larga vivência e amplo conhecimento sobre o tema proposto, inquestionavelmente, de grande importância para os trabalhos dessa Comissão Parlamentar de Inquérito. Na condição de diretor de Políticas da Agricultura Familiar e da Pesca, de Santa Catarina, possui grande conhecimento da realidade regional, apresentando o funcionamento e avalição desses programas”, explica o deputado Valdir Colatto (PMDB-SC), que também solicitou o convite a Gottselig. 

O encontro será realizado às 14 horas, em local a definir.

Quinta-feira
Na quinta-feira (9), a comissão vai tomar o depoimento do secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, Wagner Mesquita.

O deputado Nilto Tatto (PT-SP), autor do requerimento, explica que o secretário poderá dar esclarecimentos sobre o conflito ocorrido em abril deste ano no município de Quedas do Iguaçu-PR, entre famílias do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra - do Acampamento Dom Tomas Balduíno – e a Policia Militar do Estado do Paraná e seguranças contratados pela empresa Araupel. O conflito resultou na morte de dois trabalhadores rurais e sete feridos.

A audiência será realizada às 9h30, em local a definir.

A CPI também fará fará diligências em Amambai, na região sul, em Dourados e em Campo Grande. A visita da CPI a MS começa na segunda-feira (6) e segue até sexta, dia 10.

 

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Filho de desembargadora de MS preso em SP começa cumprir pena de 8 anos de prisão
Geral
Obra de pavilhão militar em Campo Grande custará mais de 4 milhões de reais
Brasil
Deputado federal tem sigilos bancário e fiscal quebrados por suposta 'rachadinha'
Brasil
Cerimônia de posse de Flávio Dino como ministro do STF acontece hoje
Brasil
MS tem 15 vagas em concurso da Caixa para nível médio e superior
Política
"Queda da Bastilha", diz Delcídio após ataque de Gilmar
Brasil
Eleitores devem regularizar o título até 8 de maio
Polícia
Irritado, ciclista discute com agentes da PRF por viatura estacionada no acostamento
Brasil
Mohamed al-Menfi pede reabertura da Embaixada brasileira na Líbia
Brasil
Ministro condena falas de Lula e diz que ele é 'persona non grata' em Israel

Mais Lidas

Polícia
AGORA: Casal morre após carro bater em carreta na BR-163, em Campo Grande
Polícia
Corpo é encontrado em pesqueiro no Jardim Pênfigo
Polícia
Cantor apanha após dançar com mulher durante baile em chácara do Bonança
Polícia
Cadeirante é encontrado morto em avançado estado de decomposição