Menu
Busca domingo, 16 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Brasil

Defesa da mãe de Henry, diz que ela tem "outras informações" para depor

Advogados insistem para que Monique dê outro depoimento

18 abril 2021 - 14h44Sarah Chaves, com informações da Agência Brasil

A mãe do menino Henry, Monique Medeiros quer dar um novo depoimento, a defesa da mulher vem insistindo nos últimos dias para que ela seja ouvida novamente pelos investigadores da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Cabe ao delegado Henrique Damasceno, optar pela coleta de um  segundo depoimento.

"Dentro do objetivo de atuar com a verdade, a defesa da sra. Monique Medeiros insiste na necessidade da sua nova audição pelo senhor delegado de polícia que preside o inquérito e faz um público apelo, para a referida autoridade policial, neste sentido. Se várias pessoas foram ouvidas novamente, não tem sentido deixar de ouvir Monique. Logo ela que tanto tem a esclarecer. Não crê a defesa que exista algum motivo oculto para 'calar Monique' ou não se buscar a verdade por completo", diz nota divulgada ontem (17) pela defesa da mãe de Henry.

Monique e Dr. Jairinho estão presos desde o dia 8 de abril. Eles são investigados por homicídio duplamente qualificado. No mesmo dia da prisão, Dr. Jairinho, que está em seu quinto mandato como vereador, foi expulso do Solidariedade, partido em que estava filiado.

No seu primeiro depoimento Monique disse acreditar que Henry havia se acidentado ao cair da cama. Após o interrogatório, o delegado afirmou que a versão apresentada buscava proteger Dr. Jairinho. No curso das investigações, foram recuperadas mensagens em que a babá de Henry relata à Monique um episódio em que o menino foi vítima de agressão de Dr. Jairinho. A mãe da criança, segundo o delegado, não denunciou o ocorrido na época e omitiu a informação no depoimento.

“Não procurou a polícia, não afastou a vítima do agressor, do convívio de uma criança de 4 anos, filho dela. É bom que se diga que ela tem obrigação legal”, pontuou Henrique Damasceno após o interrogatório.

No início das investigações, a defesa do casal era realizada pela mesma pessoa: o advogado André França Barreto. A mãe do menino Henry, no entanto, decidiu recorrer a outros profissionais no início da semana passada e passou a ser representada por Thiago Minagé, Hugo Novais e Thaise Mattar Assad. Na última quarta-feira (14), eles apresentaram formalmente o pedido para que Monique fosse novamente interrogada e sustentam que ela tem outras informações para relatar.

Na nota divulgada ontem, os três também buscam chamar atenção para o perfil de Dr. Jairinho. Eles se referem aos depoimentos colhidos de outras mulheres que se relacionaram com o vereador no passado. "A defesa observou, do estudo dos novos elementos do inquérito, que há repetição de um comportamento padrão de violência contra mulheres e crianças. Neste lamentável caso, a diferença foi a morte da criança", diz o texto. 

Genetica 1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
MC Kevin morre após cair do 11º andar de hotel
Brasil
Ricardo Nunes assume prefeitura de SP definitivamente
Brasil
Caixa inicia pagamento da 2ª parcela do auxílio; confira o calendário
Brasil
Aos 41 anos, morre Bruno Covas, prefeito de São de Paulo
Brasil
Morre Eva Wilma, aos 87 anos, vítima de câncer no ovário
Brasil
Covid: Brasil tem 15,5 milhões de casos acumulados e 434,7 mil mortes
Brasil
Estrangeiros em voos da Índia estão proibidos de entrar no Brasil
Brasil
Neste sábado começa nova política de privacidade do WhatsApp
Brasil
Em quadro irreversível de Câncer, Covas recebe visitas de padre e políticos
Brasil
Covid-19: Mais de 1,2 mil municípios ficaram sem vacina nesta semana

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio