Menu
Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2024
Camara Maio24 - TV camara
Brasil

Em viagem à China, Lula quer relançar parceria em mais de 20 acordos

A programação oficial começa a partir desta quarta-feira

11 abril 2023 - 12h13Sarah Chaves, com informações da Agência Brasil

Junto com uma comitiva de empresários, governadores, deputados, senadores e ministros, o presidente Lula embarcou na manhã desta terça-feira (11) para uma visita de Estado à China, o maior parceiro comercial do Brasil.

A programação oficial, que começa a partir de quarta-feira (12), se estende até sexta-feira (14) nas cidades de Xangai e Pequim, e inclui desde encontros de negócios até reuniões bilaterais com o presidente chinês, Xi Jinping e as principais autoridades do país asiático. 

Em sua última entrevista antes do embarque, concedida ao programa A Voz do Brasil, Lula destacou o propósito da viagem, que será uma espécie de relançamento das relações com o país, que havia se esfriado nos últimos anos. “Na China, vamos consolidar nossa relação com a China, eu vou convidar o [presidente] Xi Jinping para vir ao Brasil, conhecer o Brasil numa reunião bilateral, para mostrar os projetos de interesse. O que nós queremos é construir parceria com os chineses, fazer sociedade com os chineses, para que eles possam fazer investimentos em coisas que não existem, uma nova rodovia, ferrovia, hidrelétrica, uma coisa qualquer que signifique algo novo para o Brasil”, afirmou.

Em 2022, a China importou mais de US$ 89,7 bilhões em produtos brasileiros, especialmente soja e minérios, e exportou quase US$ 60,7 bilhões para o mercado nacional. O volume comercializado, US$ 150,4 bilhões, cresceu 21 vezes desde a primeira visita de Lula ao país, em 2004. Esta será a terceira viagem de Lula como presidente brasileiro ao gigante asiático.

Acordos

Parte da comitiva que chegou antes do presidente conseguiu avançar em pendências importantes. Umas delas foi o fim do embargo à venda de carne bovina brasileira após 29 dias de suspensão. A decisão, segundo o Ministério da Agricultura, foi tomada após reunião entre o ministro Carlos Fávaro e o ministro da Administração Geral da Aduana Chinesa, Yu Jianhua, em Pequim, no dia 23 de março.

Com a presença de Lula, a expectativa que mais de 20 acordos entre China e Brasil sejam assinados. Um deles será para a construção do CBERS-6, o sexto de uma linha de satélites construídos na parceria bilateral. De acordo com o governo brasileiro, o diferencial do novo modelo é uma tecnologia que permite o monitoramento de biomas como a Floresta Amazônica mesmo com nuvens.

Outro ponto que o presidente quer discutir com Xi Jinping é a possibilidade de o país asiático promover um diálogo com o presidente da Rússia, Vladmir Putin, pelo fim da Guerra na Ucrânia. 

 

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Anomalia Magnética do Atlântico Sul (AMAS)
Brasil
Anomalia magnética que passa pelo Brasil segue crescendo, aponta relatório
Base aérea de Canoas
Brasil
Base Aérea de Canoas recebe voos comerciais a partir de segunda-feira
Trinta e oito animais que seriam vendidos na loja foram encontrados sem vida
Brasil
Cobasi é investigada por deixar animais morrerem afogados no Rio Grande do Sul
Foto: Mario Agra / Câmara dos Deputados
Brasil
Banco Central libera lote de moedas comemorativas de R$ 5
Do total de débitos, R$ 86.995,69 são referentes a multas, e R$ 14.604,57, a notificações por autuações
Brasil
Carro com mais de R$ 100 mil em débitos e 648 infrações é apreendido pelo Detran-DF
Corregedoria deve verificar in loco o funcionamento do TJMS
Justiça
Juiz do Amapá é investigado e afastado cautelarmente por ligações com facções
Foto: Getty Images
Brasil
Autorizado crédito extraordinário de R$ 1,8 bi para o Rio Grande do Sul
Ministra Cármen Lúcia
Brasil
STF proíbe desqualificar mulheres vítimas de abuso sexual durante investigações
Voa Brasil: Programa para venda de passagens a R$200 deve ser lançado em junho
Brasil
Voa Brasil: Programa para venda de passagens a R$200 deve ser lançado em junho
Sergio Moro
Política
Tribunal Superior Eleitoral rejeita pedidos de cassação de Sérgio Moro

Mais Lidas

Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora foi morta a pauladas por 'amigo' após não entrar em esquema de golpe
Amalha foi vítima de três sessões de espancamento antes de ser morta em Porto Seco
Polícia
Amalha foi vítima de três sessões de espancamento antes de ser morta em Porto Seco
Amalha era corretora de imóveis
Polícia
AGORA: Choque prende um dos autores do assassinato da corretora Amalha Mariano
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Polícia
Mulher é ameaçada de morte por agiota na Capital: 'vai pagar por bem ou por mal'