Menu
Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2024
Secovi
Brasil

GM, Hyundai e Stellantis param fábricas e dão férias coletivas a partir de hoje

A desaceleração da atividade econômica, inflação alta e juros elevados foram os principais responsáveis

20 março 2023 - 12h51Nany Sene com informações do Estadao e Metropoles

A partir desta segunda-feira (20), a  General Motors, Hyundai e Stellantis (dona das marcas Fiat, Jeep, Peugeot e Citroën) devem realizar paradas forçadas e dar férias coletivas, segundo o jornal O Estado de S. Paulo.

Depois de dois anos de paradas forçadas por escassez de componentes, principalmente de chips, as fabricantes brasileiras de veículos voltam a interromper a produção, porém, desta vez a falta de consumidores também foi responsável, a desaceleração da atividade econômica, inflação alta e juros elevados são fatores que tem levados as empresas a ajustarem o plano de produção.

A partir desta segunda, a Hyundai concede férias coletivas de três meses para os trabalhadores da unidade de Piracicaba, no interior de São Paulo. A fábrica produz os modelos HB20 e Creta.

Na quarta-feira (22/3), será a vez de a Stellantis dispensar por 20 dias os funcionários do segundo turno de trabalho na fábrica da Jeep em Goiana (PE). Na semana que vem, os operários do primeiro e terceiro turnos serão liberados para férias por 10 dias, o que interromperá toda a produção de SUVs Renegade, Compass, Commander e da picape Fiat Toro.

De acordo com as montadoras, as medidas se devem à redução da demanda no mercado, o que levou à necessidade de uma readequação dos níveis de produção. O quadro de desaquecimento de vendas pode se prolongar até 2024, na visão de economistas do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco, e novas paradas de fábricas devem ocorrer.

 

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Anomalia Magnética do Atlântico Sul (AMAS)
Brasil
Anomalia magnética que passa pelo Brasil segue crescendo, aponta relatório
Base aérea de Canoas
Brasil
Base Aérea de Canoas recebe voos comerciais a partir de segunda-feira
Trinta e oito animais que seriam vendidos na loja foram encontrados sem vida
Brasil
Cobasi é investigada por deixar animais morrerem afogados no Rio Grande do Sul
Foto: Mario Agra / Câmara dos Deputados
Brasil
Banco Central libera lote de moedas comemorativas de R$ 5
Do total de débitos, R$ 86.995,69 são referentes a multas, e R$ 14.604,57, a notificações por autuações
Brasil
Carro com mais de R$ 100 mil em débitos e 648 infrações é apreendido pelo Detran-DF
Corregedoria deve verificar in loco o funcionamento do TJMS
Justiça
Juiz do Amapá é investigado e afastado cautelarmente por ligações com facções
Foto: Getty Images
Brasil
Autorizado crédito extraordinário de R$ 1,8 bi para o Rio Grande do Sul
Ministra Cármen Lúcia
Brasil
STF proíbe desqualificar mulheres vítimas de abuso sexual durante investigações
Voa Brasil: Programa para venda de passagens a R$200 deve ser lançado em junho
Brasil
Voa Brasil: Programa para venda de passagens a R$200 deve ser lançado em junho
Sergio Moro
Política
Tribunal Superior Eleitoral rejeita pedidos de cassação de Sérgio Moro

Mais Lidas

Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora foi morta a pauladas por 'amigo' após não entrar em esquema de golpe
Amalha foi vítima de três sessões de espancamento antes de ser morta em Porto Seco
Polícia
Amalha foi vítima de três sessões de espancamento antes de ser morta em Porto Seco
Amalha era corretora de imóveis
Polícia
AGORA: Choque prende um dos autores do assassinato da corretora Amalha Mariano
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Polícia
Mulher é ameaçada de morte por agiota na Capital: 'vai pagar por bem ou por mal'