Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Brasil

Litro da gasolina varia entre R$ 2,45 e R$ 2,79 na Capital, aponta Procon

19 agosto 2011 - 12h03Arquivo

Levantamento divulgado pelo Procon, realizado neste mês em 60 postos de combustíveis em Campo Grande, aponta variação de 14,24% no preço do litro da gasolina comum.

O preço mais caro constatado pelo órgão foi de R$ 2,799, enquanto o menor foi de R$ 2,450, o que aponta média em R$ 2,563.

O índice de variação de preço é significativo, segundo o Procon, que, com isto, sinalizou a inexistência de cartel nos postos de combustíveis.

O litro do álcool, por sua vez, apresentou variação de 13,57%. O preço mais caro foi de R$ 2,100, enquanto o mais barato foi de R$ 1,849; média de R$ R$ 1,957.

Já a variação da gasolina aditivada ficou em 13,71% com preço mais caro de R$ 2,829 e o menor preço de R$ 2,488; média de R$ 2,644.

Ainda conforme o Procon, com os atuais valores, continua não compensando para o campo-grandense abastecer com álcool, pois, com as médias, o litro do combustível teria de cair pelo menos R$ 0,16 para ser viável.

Rota do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Recriação do Ministério das Comunicações segue para sansão de Bolsonaro
Brasil
Guedes diz que reforma deve ter tributos alternativos
Brasil
Federal apura desvios de mais de R$ 2 milhões no SUS
Brasil
Mudam as leis de trânsito, confira as alterações
Brasil
Elias Maluco é encontrado morto em presídio
Brasil
Vídeo: Assaltante é agredido pela população e sofre ferimentos na cabeça
Brasil
Vídeo: Casal de ladrões apanham de moradores durante tentativa de roubo
Brasil
PF e órgãos estaduais apuram causas de incêndios no Pantanal
Brasil
Vídeo: Travesti "pega" short da amiga e acaba dando em briga
Brasil
Ostentação: participante de festa em barcos de luxo joga notas de R$ 50 no mar

Mais Lidas

Polícia
Dois são presos tentando entrar com drogas em presídio
Polícia
Iagro aprende 120 cabeças de gado e documentação falsa
Polícia
Operação contra o jogo do bicho vaza e é antecipada
Polícia
No Pernambuco, bandido usa nome de campo-granense para comprar celular