Menu
Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2024
Camara Maio24 - TV camara
Brasil

Lula anunciará nesta quarta-feira novas medidas para ajudar a reconstrução do RS

Desde abril, o Governo Federal já fez três grandes anúncios do plano da recuperação econômica do estado

15 maio 2024 - 09h10Sarah Chaves, com informações do Planalto

Depois de reunião ministerial na segunda-feira para alinhar as informações com representantes dos Três Poderes, o presidente Lula retorna ao Rio Grande do Sul nesta quarta-feira (15) para fazer um novo anúncio, às 12h20 de medidas para recuperação do estado atingido por chuvas e enchentes.

Esta será a terceira visita do presidente ao estado desde o início da crise climática, no fim de abril. Desde então o Governo Federal enviou mais de 25 mil profissionais. Entre as funções, o salvamento e resgate de pessoas e animais, a ajuda no restabelecimento de serviços e infraestruturas danificadas, o acolhimento de desabrigados e desalojados e a logística para levar mais de 2 mil toneladas de donativos via Correios e Força Aérea Brasileira em menos de dez dias.

No plano da recuperação econômica, o Governo Federal já fez três grandes anúncios. Primeiro, de mais de R$ 50 bilhões em antecipações de pagamento de programas sociais como o Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada, a prioridade para os gaúchos na restituição do Imposto de Renda e novos aportes no seguro-desemprego. O anúncio também incluiu linhas especiais de crédito para setores produtivos.

No último sábado, uma Medida Provisória no valor de R$ 12,5 bilhões abriu crédito para várias áreas do Governo Federal e garantiu a sequência dos trabalhos federais no estado. A MP também contempla medidas já anunciadas referentes a linhas de crédito (FGI, FGO, Pronampe e Pronaf/Pronamp), às medidas de apoio à segurança alimentar (Programa de Aquisição de Alimentos e cestas básicas), abrigamento e parcela extra do SUAS, parcelas extras do seguro desemprego, serviços para a saúde primária, especializada e vigilância epidemiológica, assistência farmacêutica e contratação temporária de profissionais e também para a importação de 100 mil toneladas de arroz.

Na segunda-feira, o Governo Federal anunciou a suspensão por três anos da dívida que o Rio Grande do Sul tem com a União, liberando R$ 11 bilhões para um fundo para a reconstrução do estado. Além disso, R$ 12 bilhões referentes a juros do estoque total da dívida serão perdoados. As medidas foram dispostas em projeto de lei complementar encaminhado ao Congresso Nacional pelo presidente Lula.

Na terça-feira foi lançado um novo portal destinado a concentrar informações, serviços e notícias referentes ao apoio prestado ao Rio Grande do Sul, além disso, grandes bancos multilaterais, como NDB, CAF, BID e Banco Mundial, anunciaram a destinação de recursos para o estado.

 

 

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Anomalia Magnética do Atlântico Sul (AMAS)
Brasil
Anomalia magnética que passa pelo Brasil segue crescendo, aponta relatório
Base aérea de Canoas
Brasil
Base Aérea de Canoas recebe voos comerciais a partir de segunda-feira
Trinta e oito animais que seriam vendidos na loja foram encontrados sem vida
Brasil
Cobasi é investigada por deixar animais morrerem afogados no Rio Grande do Sul
Foto: Mario Agra / Câmara dos Deputados
Brasil
Banco Central libera lote de moedas comemorativas de R$ 5
Do total de débitos, R$ 86.995,69 são referentes a multas, e R$ 14.604,57, a notificações por autuações
Brasil
Carro com mais de R$ 100 mil em débitos e 648 infrações é apreendido pelo Detran-DF
Corregedoria deve verificar in loco o funcionamento do TJMS
Justiça
Juiz do Amapá é investigado e afastado cautelarmente por ligações com facções
Foto: Getty Images
Brasil
Autorizado crédito extraordinário de R$ 1,8 bi para o Rio Grande do Sul
Ministra Cármen Lúcia
Brasil
STF proíbe desqualificar mulheres vítimas de abuso sexual durante investigações
Voa Brasil: Programa para venda de passagens a R$200 deve ser lançado em junho
Brasil
Voa Brasil: Programa para venda de passagens a R$200 deve ser lançado em junho
Sergio Moro
Política
Tribunal Superior Eleitoral rejeita pedidos de cassação de Sérgio Moro

Mais Lidas

Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora foi morta a pauladas por 'amigo' após não entrar em esquema de golpe
Carro da corretora é encontrado no Indubrasil
Polícia
JD1TV AGORA: Carro de corretora morta é encontrado no Indubrasil
Frio em Mato Grosso do Sul
Clima
Mínima de 7°C: MS pode registrar 'o dia mais frio do ano' nos próximos dias
JD1TV: Jovem é atingida por ácido durante ataque ao voltar da academia
Polícia
JD1TV: Jovem é atingida por ácido durante ataque ao voltar da academia