Menu
Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Brasil

Médium propõe trabalhar sob supervisão policial

O médium João de Deus, está sendo acusado de abuso sexual e a prisão preventiva já foi decretada

14 dezembro 2018 - 08h20Da redação com Agência Brasil    atualizado em 14/12/2018 às 09h03

Mesmo com o pedido de prisão preventiva, o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, quer continuar seus trabalhos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, Goiás. O advogado Alberto Toron, que defende o médium, apresentou petição nesse sentido na tarde de quinta-feira (13), não em Abadiânia, mas em uma cidadezinha vizinha, chamada Alexânia.

Segundo a Agência Brasil, o juiz titular de Alexânia, Fernando Augusto Chacha de Resende, é também,   juiz substituto em Abadiânia. De acordo com o mesmo documento, a titular em Abadiânia é uma juíza.

O advogado defende que o médium mantenha sua rotina de atividades sob supervisão policial e de câmeras. Toron afirmou que, assim, João de Deus, que se diz inocente, continuará fazendo o bem às pessoas e à cidade, cuja atividade econômica é garantida pela movimentação de milhares de visitantes, do Brasil e do exterior,  à Casa Dom Inácio de Loyola. 

Ele não obteve, porém, resposta imediata sobre a petição. Toron disse que aproveitou a ida ao fórum para se apresentar ao magistrado. Ele acrescentou que ainda não teve tido acesso ao pedido de prisão preventiva.

Segundo o advogado, João de Deus, que não foi mais visto, está em Abadiânia, ou em sua casa em  Anapólis, cidade localizada a 30 minutos. Toron confirmou que o médium o visitou em São Paulo na segunda-feira (10). O advogado deu essas informações em vídeo postado no youtube  pelo jornal Metrópoles, do Distrito Federal.

O Ministério Público de Goiás apresentou ontem (12) o pedido de prisão preventiva, do médium acusado de abuso sexual contra adolescentes e mulheres adultas durante sessões de atendimento espiritual em Abadiânia. João de Deus nega as acusações.

Segundo a defesa, João de Deus está à disposição da Justiça para se apresentar e prestar esclarecimentos.

Manifestação

Simpatizantes do médium, vestidos de branco, fizeram hoje uma manifestação na rua da Casa Dom Inácio de Loyola. Com cartazes, nos quais se lia “Espalhe o amor” e “Unidos pela Casa”, os manifestantes rezaram e defenderam a inocência de João de Deus.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cavalcante (GO) - Comunidade quilombola Kalunga do Engenho II
Brasil
Brasil tem 7,6 mil comunidades quilombolas, aponta IBGE
Imagem ilustrativa
Brasil
Brasil registrou 1 crime de estupro a cada 6 minutos em 2023
Apresentar e dono do SBT, Silvio Santos
Brasil
Internado desde terça, Silvio Santos deve receber alta até amanhã, diz site
Plano Brasil Sem Fome -
Brasil
Brasil apresenta proposta de aliança global contra a fome e a pobreza
Governo Federal autoriza Força Nacional atuar em conflitos fundiários em MS
Interior
Governo Federal autoriza Força Nacional atuar em conflitos fundiários em MS
Imagem Ilustrativa -
Brasil
STJ reafirma que uso de celular por preso em trabalho externo não é falta grave
Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070
Brasil
Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070
Nego Di
Brasil
Influenciador Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões
Imagem Ilustrativa
Brasil
CNJ pede explicações após Justiça negar aborto legal a adolescente estuprada de 13 anos
Polícia segue com operações para desmantelar grupos criminosos
Brasil
PF investiga grupo que usava sistema da Abin para espionagem

Mais Lidas

Aeroportos, como o de Madri, na Espanha, foram os locais mais afetados com o apagão
Geral
Apagão cibernético 'para o mundo' e deixa bancos, aeroportos e serviços inoperantes
Reprodução/Instagram
Esportes
Dispensado pelo Athletico, Bruninho Samudio assina com o Botafogo
A nova edição será neste sábado (20), em Campo Grande
Comportamento
'Desapega Campo Grande' vai reunir mais de 100 expositores com peças a partir de R$ 1
JD1TV: Será? Vídeo de supostas cenas de sexo de Mel Maia com traficante vaza na internet
Brasil
JD1TV: Será? Vídeo de supostas cenas de sexo de Mel Maia com traficante vaza na internet