Menu
Menu
Busca sexta, 01 de março de 2024
Brasil

Ministro anuncia teste em remédio que pode reduzir 94% o coronavírus

Resultados iniciais foram obtidos em testes laboratoriais. Pacientes serão monitorados durante um mês

15 abril 2020 - 16h31Flávio Veras

O Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) anunciou nesta quarta-feira (15) que uma pesquisa vai testar em pacientes se um medicamento já disponível no Brasil pode ser eficaz contra a Covid-19. Segundo o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), a droga se mostrou capaz de reduzir em 94% a carga viral nos ensaios celulares.

O ministro Marcos Pontes ainda disse que a droga não terá o nome divulgado. Depois dos resultados nos ensaios com células infectadas em laboratório, o fármaco entra na fase de testes clínicos.

Ele será aplicado em um grupo de 500 pacientes. O medicamento foi selecionado entre mais de 2 mil moléculas já conhecidas. Segundo o CNPEM, a droga se mostrou capaz de reduzir em 94% a carga viral nos ensaios celulares.

Os testes em humanos para tratamento da Covid-19 foram aprovados pelo pelo Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) e serão realizados em sete hospitais no Brasil.

Os pacientes que serão selecionados para os testes precisam ter a confirmação de que estão com Covid-19, com sintomas clínicos e exames de imagem, e só serão escolhidas pessoas acima de 18 anos para o trabalho científico. Todos os envolvidos terão de assinar um termo de consentimento, mas por questão de protocolo médico, nem paciente nem médico terão acesso ao nome do medicamento administrado.

De acordo com o CNPEM, o nome do fármaco, que tem baixo custo e ampla distribuição no território nacional, será mantido em sigilo até que os resultados de testes clínicos sejam concluídos.

"Temos boas perspectivas que os resultados dessa pesquisa possam ser positivos e assim poderemos ajudar não só o Brasil, como outros países no combate à Covid-19", disse o ministro do MCTIC, Marcos Pontes, durante entrevista coletiva.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Banco é responsável por transações após roubo de celular, decide STJ
Brasil
Eleições 2024: Eleitores têm até 8 de maio para regularização com a Justiça Eleitoral
Política
TSE autoriza shows para arrecadação de recursos nas eleições de 2024
Política
TSE veta deep fake e amplia deveres das redes sociais nas eleições de 2024
Brasil
Filho de desembargadora de MS preso em SP começa cumprir pena de 8 anos de prisão
Geral
Obra de pavilhão militar em Campo Grande custará mais de 4 milhões de reais
Brasil
Deputado federal tem sigilos bancário e fiscal quebrados por suposta 'rachadinha'
Brasil
Cerimônia de posse de Flávio Dino como ministro do STF acontece hoje
Brasil
MS tem 15 vagas em concurso da Caixa para nível médio e superior
Política
"Queda da Bastilha", diz Delcídio após ataque de Gilmar

Mais Lidas

Geral
Aposentado viaja de motor home com a esposa e já percorreu mais de 120 mil km
Polícia
JD1TV AGORA: Rapaz é assassinado com vários tiros no Aero Rancho
Polícia
Polícia 'estoura' galpão cheio de contrabando na Guaicurus, em Campo Grande
Polícia
Bêbadas, mulheres dizem ter sido abandonadas pela PM na BR-163 após suposta abordagem