Menu
Menu
Busca quinta, 18 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Brasil

Mourão quer punição aos responsáveis por rompimento de barragem

O presidente em exercício disse ainda que os responsáveis devem responder criminalmente

28 janeiro 2019 - 16h57Da redação com informações da Agência Brasil

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, defendeu nesta segunda-feira (28) punição para os responsáveis pelo rompimento da Barragem 1, da mineradora Vale, em Brumadinho, Minas Gerais, na sexta-feira (25). Segundo ele, a investigação tem de identificar os culpados e prever punição. “Agora, tem que punir mesmo, punir mesmo”, afirmou, na saída da Vice-Presidência.

“Punição tem que ser a que dói no bolso que já está sendo aplicada. Segundo, se houve imperícia, imprudência ou negligência por parte de alguém dentro da empresa, essa pessoa tem que responder criminalmente. Afinal de contas, quantas vidas foram perdidas nisso aí?”, acrescentou.

Perguntado se não seria o caso de a diretoria da Vale, empresa responsável pela barragem, ser afastada durante a investigação, Mourão respondeu: “Essa questão da diretoria da Vale está sendo estudada pelo grupo de crise. Vamos aguardar as linhas de ação que eles estão levantando”.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de o gabinete de crise recomendar o afastamento da diretoria da empresa, Mourão afirmou que teria que estudar essa questão. “Eu não tenho a certeza de que possa fazer essa recomendação”, afirmou.

Punição

Mais cedo, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse, em São Paulo, que os responsáveis pela tragédia com o rompimento das barragens da Mina Córrego do Feijão em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte (MG) devem responder criminalmente.

Na terça-feira (29), ela se reúne com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, para conversar sobre as prioridades do Judiciário e do Ministério Público em relação à tragédia.

Para Raquel Dodge, a empresa e os envolvidos no acidente devem responder criminalmente. “É preciso responsabilizar severamente do ponto de vista indenizatório a empresa que deu causa a esse desastre, e também promover a persecução penal, a punição penal é muito importante”, destacou a procuradora, que participou da abertura de um seminário sobre trabalho escravo promovido pela Escola Superior do Ministério Público da União.

Reportar Erro
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Apresentar e dono do SBT, Silvio Santos
Brasil
Internado desde terça, Silvio Santos deve receber alta até amanhã, diz site
Plano Brasil Sem Fome -
Brasil
Brasil apresenta proposta de aliança global contra a fome e a pobreza
Governo Federal autoriza Força Nacional atuar em conflitos fundiários em MS
Interior
Governo Federal autoriza Força Nacional atuar em conflitos fundiários em MS
Imagem Ilustrativa -
Brasil
STJ reafirma que uso de celular por preso em trabalho externo não é falta grave
Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070
Brasil
Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070
Nego Di
Brasil
Influenciador Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões
Imagem Ilustrativa
Brasil
CNJ pede explicações após Justiça negar aborto legal a adolescente estuprada de 13 anos
Polícia segue com operações para desmantelar grupos criminosos
Brasil
PF investiga grupo que usava sistema da Abin para espionagem
Banco Central investiga vazamento de dados de chaves Pix na 99Pay
Geral
Banco Central investiga vazamento de dados de chaves Pix na 99Pay
Lula e Paulo Pimenta - que era ministro da Secom
Justiça
TCU barra licitação da Secom por fatos de 'extrema gravidade'

Mais Lidas

Próximos dias serão quentes
Clima
Até logo, frio! Temperaturas voltam a subir e Capital deve registrar 30ºC esta semana
Tempo segue estável em Campo Grande
Clima
Calor de volta? Friozinho começa a dar tchau nesta terça-feira em MS
Divulgação da nova loja na Capital
Comportamento
JD1TV: Nova loja de sex shop da Capital divide opiniões após divulgação inusitada
Casa da Mulher Brasileira, a Deam
Polícia
Miojinho? Homem surta após 'g0zAr rápido' durante swing com esposa e amigos no Colúmbia