Menu
Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2024
TJMS Maio24
Brasil

Mulher é presa por homicídio após reagir e matar estuprador

Família faz campanha nas redes sociais e pede justiça

07 novembro 2022 - 17h12Da redação

Jorge Valentim de 72 anos foi morto no último dia 27 de outubro por Stefanie Marques Ferreira Candido, de 30 anos, em São Lourenço, no sul de Minas Gerais. Segundo familiares de Stefanie, ela agiu em legítima defesa ao matar o próprio estuprador. Com informações Metrópoles.

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, entretanto, a mulher foi presa em flagrante e conduzida ao sistema prisional. Os agentes concluíram o inquérito e indiciaram Stefanie por homicídio.

O caso ganhou repercussão após a irmã de Stefanie, Brenda Marques, criar uma conta nas redes sociais em busca de apoio jurídico e financeiro. As advogadas Amanda Scalisse e Juliana Garcia assumiram o caso e informaram ao site Metrópoles que vão entrar com uma medida para revogação da prisão preventiva.

Em depoimento, Stefanie alegou legítima defesa e informou aos agentes que era vítima de violência sexual. Entretanto, a Polícia Civil declarou que essa possibilidade não foi investigada.

“Está claro, no processo, que ela agiu em legítima defesa. Além disso, Stefanie é primária e possui bons antecedentes, o que demonstra que sua colocação em liberdade não representa risco para a sociedade. No momento, estamos aguardando a decisão”, informou a advogada Amanda Scalisse.

O Ministério Público de Minas Gerais denunciou Stefanie por homicídio qualificado. O promotor Fernando Luiz Fagundes Vieira da Silva alegou que Jorge estava debilitado, porque além de idoso também sofria de câncer.

Segundo a denúncia do Ministério Público, Stefanie e Jorge se conheceram na barbearia onde ela trabalhava. “A ré passou a frequentar a residência da vítima, sob o pretexto de ajudá-la nos cuidados diários”, informou.

Injustiça - Familiares protestam contra a prisão de Stefanie e alegam que o caso se trata de uma injustiça, já que a versão de estupro não foi sequer investigada pela Polícia Civil. Segundo pessoas próximas da vítima, a versão não foi considerada por ela ser “mulher preta e lésbica”.

Segundo Brenda, durante a audiência de custódia de Stefanie, não houve uma defesa justa, já que a defensora pública indicada não estudou o caso e tratou apenas como homicídio. “A minha irmã é companheira, amiga, e isso é muito injusto.”

Stefanie seguia o sonho de ser barbeira e é muito querida por amigos e familiares que moram em Resende, em Minas Gerais.
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Juntos pela Fanny (@juntospelafanny)

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Enchentes no RS
Brasil
Governo do RS começa a pagar benefícios às vítimas das enchentes nesta sexta
JD1TV: Bombeiros do MS salvam égua que estava presa há 10 dias em apartamento no RS
Brasil
JD1TV: Bombeiros do MS salvam égua que estava presa há 10 dias em apartamento no RS
Confederação Nacional de Municípios estima prejuízos de R$ 9,5 bilhões no RS
Brasil
Confederação Nacional de Municípios estima prejuízos de R$ 9,5 bilhões no RS
Foto: MP
Brasil
Saque do FGTS sem documentação poderá ser feito em algumas cidades; entenda
O apoio financeiro consiste no pagamento de parcela única no valor de R$ 5.100 às famílias atingida
Brasil
MP do Auxílio Reconstrução do Rio Grande do Sul entra em vigor
AGU pede que X, TikTok e Kwai retirem do ar desinformação sobre RS
Brasil
AGU pede que X, TikTok e Kwai retirem do ar desinformação sobre RS
Rio Grande do Sul vive pior crise climática
Brasil
Número de mortes sobe para 149 no Rio Grande do Sul
Magda é engenheira química e civil e iniciou sua carreira na Petrobras em 1980
Brasil
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, presidente Lula e presidente da Câmara, Arthur Lira
Brasil
Lula anunciará nesta quarta-feira novas medidas para ajudar a reconstrução do RS
Rio Grande do Sul vive pior crise climática
Brasil
Câmara aprova texto-base da suspensão da dívida do RS com a União

Mais Lidas

Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Política
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Sem vergonha, homem se esfrega em mulher durante show evangélico; vídeo
Polícia
Sem vergonha, homem se esfrega em mulher durante show evangélico; vídeo
Ele estava levando um passageiro quando o acidente aconteceu; os dois foram socorridos pelo SAMU
Polícia
JD1TV AGORA: Motoqueiro de aplicativo acerta árvore em rua do Centenário
Conhecido como 'Fumaça', Ricardo Vera, era muito conhecido no mundo do crime
Polícia
Corpo encontrado com pés e mãos amarradas e amordaçado é identificado