Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Brasil

Nelson Jobim irá ao ato da OAB em defesa do CNJ

16 janeiro 2012 - 15h14REP PRODUÇÕES

O primeiro presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF), Nelson Jobim, confirmou presença no ato público que o Conselho federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) promoverá no próximo dia 31. O evento que está previsto para começar às 14h tem por objetivo protestar contra as tentativas de esvaziamento dos poderes do CNJ.

Jobim aceitou convite do presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, e deverá ser um dos primeiros oradores do evento, que reunirá a maioria dos presidentes da OAB de todo o país.
 
A OAB Seccional Mato Grosso do Sul será representada no ato público pelo presidente Leonardo Avelino Duarte, pelo vice-presidente Júlio César Souza Rodrigues e pelo diretor-tesoureiro André Luis Xavier Machado.  De acordo com Duarte "o CNJ é importante para o fortalecimento da Justiça e, sobretudo, para que a magistratura possa ter essa representatividade e a credibilidade que tem. Portanto, é fundamental que exista esse órgão de controle. O apoio do ministro Jobim assim como de toda comunidade jurídica é fundamental neste momento decisivo de fortalecimento do CNJ", destacou o presidente da OAB/MS.
 
Os presidentes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno Assis, e da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), jornalista Maurício Azedo, confirmaram que estarão presentes no ato público da OAB nacional, contra o esvaziamento dos poderes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para processar e julgar questões ético-disciplinares envolvendo magistrados.
 
Tramita no Supremo Tribunal Federal ação ajuizada pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) que questiona os poderes do CNJ para investigar e punir juízes por desvios ético-disciplinares. A expectativa é de que a ação direta de inconstitucionalidade (Adin) pode ser julgada no mérito na volta do recesso, a partir de 1º de fevereiro. No fim do ano passado, o ministro Marco Aurélio Mello, relator da Adin, concedeu liminar à AMB.

Foram convidados a participar do ato público diversos juristas, parlamentares, dirigentes de entidades da sociedade civil, além de presidentes das 27 Seccionais, conselheiros federais e membros honorários vitalícios da OAB.
 
 
                                                  

 

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Jovem tem dedo amputado após manutenção de unha de Acrigel
Brasil
Após cancelamentos constantes, Uber excluí motoristas; Veja a situação na Capital
Brasil
Mega-Sena realiza sorteio neste sábado, o prêmio é R$ 7 milhões
Brasil
Bolsa Família: Caixa lança nova versão de aplicativo
Brasil
Cai ocupação para leitos de UTI, aponta Agência Nacional de Saúde
Brasil
ANA e IBGE lançam informações para guiar análises de recursos hídricos
Brasil
Vídeo: Tarado é flagrado beijando menino de 11 anos e apanha no meio da rua
Brasil
Médico pediatra é assassinado dentro de clínica particular
Brasil
Homem mata pai com golpes de chave de fenda
Brasil
Sete estados e o DF estão sob alerta máximo por conta de baixa umidade do ar

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredida e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00