Menu
Menu
Busca sexta, 14 de junho de 2024
Prefeitura Refis Junho24
Brasil

ONU diz que economia mundial crescerá, mas piora previsão para América Latina

A ONU confirmou que espera que a economia mundial cresça 2,7% neste ano e 2,9% no próximo

16 maio 2017 - 14h39Agência Brasil

O crescimento econômico a nível global está ganhando força, disse nesta terça-feira (16) a ONU, que entretanto revisou para baixo suas projeções para a América Latina e algumas zonas mais pobres do mundo. Em uma atualização de suas previsões, a ONU confirmou que espera que a economia mundial cresça 2,7% neste ano e 2,9% no próximo. A informação é da agência EFE.

A organização lembra que esses números significam uma aceleração com relação ao ano passado, quando registrou um crescimento de 2,3%, e correspondem a um aumento da produção industrial e do comércio global, alimentados principalmente pela demanda do leste da Ásia.

Menor que o esperado

A ONU, no entanto, revisou para baixo seus prognósticos para várias zonas do mundo, inclusive a América latina, onde prevê um crescimento de 1,1% em 2017, ligeiramente abaixo dos 1,3% projetados em janeiro. Segundo as Nações Unidas, a queda corresponde principalmente ao ocorrido em 2016 na América do Sul, onde países como Brasil, Argentina e Venezuela sofreram uma recessão mais dura do que o previsto.

No Brasil, por exemplo, o crescimento este ano será apenas de 0,1%, após um retrocesso de 3,6% em 2016, segundo a ONU. Em conjunto, a economia latino-americana contraiu 1,3% no ano passado e a ONU espera uma recuperação "modesta" durante 2017 e melhor em 2018, quando considera que o crescimento chegará aos 2,5%.

"A região continua enfrentando incertezas e riscos significativos, especialmente relacionados com medidas de política macroeconômica nos Estados Unidos e as agendas de reformas internas", aponta o relatório publicado hoje.

A ONU também revisou para baixo suas previsões de crescimento para África, especialmente no centro e no oeste do continente, e em vários dos países menos desenvolvidos do mundo.

Na União Europeia (UE), os especialistas das Nações Unidas vaticinam um crescimento de 1,7% tanto em 2017 como em 2018 frente aos 1,8% que apontavam em janeiro. Embora destaque que a perspetiva é "robusta", a ONU adverte entre outras coisas que o problema continua sendo o desemprego em países como Grécia e Espanha.

EUA

Para os Estados Unidos, o relatório melhora ligeiramente as expectativas de crescimento, de até 2,1% neste ano e no próximo, graças a uma aceleração da atividade na segunda metade de 2016 e às perspectivas de uma maior despesa pública. Ao mesmo tempo, chama a atenção para o "turbulento" ambiente político no país, com choques das propostas do Executivo com o Legislativo e a Justiça.

Segundo a ONU, em muitas zonas do mundo o crescimento continua abaixo dos níveis necessários para cumprir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a grande estratégia internacional que entre outras coisas procura erradicar a pobreza extrema até 2030.

Além disso, o relatório adverte sobre o alto nível de incerteza política que impera no mundo, após a decisão do Reino Unido de abandonar a União Europeia (UE), a nova postura em matéria de comércio global dos Estados Unidos e um ressurgimento do protecionismo e do nacionalismo em geral.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Hugo e Rubia
Polícia
Rúbia acusada de esquartejar jogador se entrega e fica em presídio no PR
Presidente Lula e o diretor-geral da OIT, Gilbert Houngbo
Brasil
Lula defende taxação dos super-ricos durante conferência em Genebra
Polícia Federal abre investigação sobre leilão de arroz
Brasil
Polícia Federal abre investigação sobre leilão de arroz
Trecho duplicado no km 374 da BR-163
Brasil
BR-163 está entre as quatro melhores do país em desempenho ambiental
Câmara aprova e 'imposto das blusinhas' vai à sanção presidencial
Brasil
Câmara aprova e 'imposto das blusinhas' vai à sanção presidencial
Ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet
Política
Simone Tebet vai ao Congresso para debater projeto da LDO de 2025
Leptospirose segue causando mortes no Rio Grande do Sul
Brasil
Número de mortes por leptospirose chega a 17 no Rio Grande do Sul
Videomonitoramento -
Brasil
Compartilhamento de imagens de câmeras pode render desconto no Imposto de Renda
Ministro da Educação, Camilo Santana -
Educação
Ministro da Educação é ouvido na Câmara sobre greves e cortes de verbas
Comissão de Saúde aprova inclusão de neuromodulação não invasiva no SUS
Brasil
Comissão de Saúde aprova inclusão de neuromodulação não invasiva no SUS

Mais Lidas

Estátua em homenagem ao cantor João Carreiro
Comportamento
Vai ter estátua! Mesmo com polêmicas, 'Tributo a João Carreiro' acontece nesta quarta
Rua 14 de Julho
Geral
Abre e fecha de Santo Antônio: Confira o que funciona na Capital no feriado
Cantor sertanejo cancela shows ao ser diagnosticado com tumor cerebral
Geral
Cantor sertanejo cancela shows ao ser diagnosticado com tumor cerebral
Maria Isabel e Marco Antônio | Anna Colombi e o noivo
Comportamento
Santo Casamenteiro? Jovens encontraram o amor após acharem aliança em bolo na Capital