Menu
Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2024
TJMS Maio24
Brasil

Plataforma online mapeará obras paradas em estados e municípios

Gestores têm até 10 de abril para atualizar informações no sistema

12 março 2023 - 18h15Vinicius Costa

Estados e municípios agora poderão indicar ao governo federal as obras paradas que precisam ser retomadas com prioridade. Desde esta sexta-feira (10), está em funcionamento a plataforma Mãos à Obra, um sistema de monitoramento que permitirá aos governos locais atualizar, em um banco de dados, empreendimentos paralisados ou inacabados em suas regiões.

Desenvolvida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) em menos de 30 dias, a plataforma indicará à União que projetos merecem ser retomados com mais urgência. A ferramenta auxiliará o governo federal a mapear e identificar as prioridades.

Segundo o Serpro, prefeitos e governadores devem dar prioridades a projetos voltados à saúde, educação, ao esporte e à cultura. A lista também deverá conter unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida e projetos da carteira do Ministério das Cidades.

Os gestores municipais e estaduais terão até 10 de abril para atualizarem as informações. As demandas serão respondidas conforme a ordem de envio. A prefeitura ou o governo estadual que alimentar o banco de dados primeiro terá o pedido de obra analisado mais cedo, colocado em lugar equivalente na fila de análise.

Em parceria com os ministérios, a Casa Civil analisará o banco de dados. Com base nas orientações da Presidência da República, o órgão definirá quais obras devem ser retomadas de imediato.

De acordo com o Serpro, a plataforma Mãos à Obra foi desenvolvida em tempo recorde. A estatal usou a tecnologia LowCode, que acelera o desenvolvimento de aplicativos e sites, e arquitetura WebApp, que aumenta a acessibilidade e a interatividade com os usuários, tanto em navegadores web como em dispositivos móveis.

A concepção e o protótipo do produto, informou o Serpro, exigiram uso intensivo de ferramentas de UX, que proporcionam melhor fluidez para os usuários do serviço. Também foram adotadas técnicas de ciência de dados para apoiar o processo de recepção, validação, cruzamento e consolidação das bases de dados.

A plataforma Mãos à Obra nasce integrada com o Portal Gov.Br. Dessa forma, os usuários poderão usar o login único do governo federal para acessar a ferramenta.

* Com informações de Agência Brasil

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Enchentes no RS
Brasil
Governo do RS começa a pagar benefícios às vítimas das enchentes nesta sexta
JD1TV: Bombeiros do MS salvam égua que estava presa há 10 dias em apartamento no RS
Brasil
JD1TV: Bombeiros do MS salvam égua que estava presa há 10 dias em apartamento no RS
Confederação Nacional de Municípios estima prejuízos de R$ 9,5 bilhões no RS
Brasil
Confederação Nacional de Municípios estima prejuízos de R$ 9,5 bilhões no RS
Foto: MP
Brasil
Saque do FGTS sem documentação poderá ser feito em algumas cidades; entenda
O apoio financeiro consiste no pagamento de parcela única no valor de R$ 5.100 às famílias atingida
Brasil
MP do Auxílio Reconstrução do Rio Grande do Sul entra em vigor
AGU pede que X, TikTok e Kwai retirem do ar desinformação sobre RS
Brasil
AGU pede que X, TikTok e Kwai retirem do ar desinformação sobre RS
Rio Grande do Sul vive pior crise climática
Brasil
Número de mortes sobe para 149 no Rio Grande do Sul
Magda é engenheira química e civil e iniciou sua carreira na Petrobras em 1980
Brasil
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, presidente Lula e presidente da Câmara, Arthur Lira
Brasil
Lula anunciará nesta quarta-feira novas medidas para ajudar a reconstrução do RS
Rio Grande do Sul vive pior crise climática
Brasil
Câmara aprova texto-base da suspensão da dívida do RS com a União

Mais Lidas

Conhecido como 'Fumaça', Ricardo Vera, era muito conhecido no mundo do crime
Polícia
Corpo encontrado com pés e mãos amarradas e amordaçado é identificado
Área externa do Pires ficou completamente destruída
Cidade
JD1TV: Incêndio destrói parte de supermercado no São Jorge da Lagoa
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Política
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Estreia nesta sexta-feira o documentário, 'Omertà, Caso Matheus'
Geral
Estreia nesta sexta-feira o documentário, 'Omertà, Caso Matheus'