Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Sebrae - Bonito
Brasil

Prefeito promete solução para problema do lixão

05 janeiro 2012 - 10h34Wendell Reis

O prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) declarou que, caso não haja problemas com licitação, resolverá até o final do ano o problema do lixão em Campo Grande. O prefeito ressaltou que os transtornos com o lixo em Campo Grande já duram 30 anos e garantiu que é ele quem resolverá.

Trad explica que quando assumiu a administração em 2005 resolveu enfrentar o problema e optou por uma solução ambientalmente correta, sem queima ou poluição. A partir disso, foi ao Ministério das Cidades e Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e solicitou recursos para garantir a retirada de 84 famílias do lixão.

Segundo o prefeito, estava tudo certo. Porém, houve uma evolução grande no número de famílias por conta da demanda social, passando de 84 para 306 famílias frequentando o aterro. Diante disso, teve dois problemas: com o lixo e com a questão social. Com o “pepino” nas mãos, o prefeito foi ao lixão e ofereceu a oportunidade dos trabalhadores saírem do lixão e trabalharem com carteira assinada em outro local. Entretanto, para sua surpresa, ninguém aceitou, pois não queriam ganhar um salário inferior ao que conseguia no lixão, que em média é de R$ 1,5 mil.

O prefeito confidenciou que a tarefa foi difícil, mas continuou o trabalho para tentar resolver o problema. Desta maneira, passou a visitar outras cidades, indo a São Paulo-SP, Niterói-RJ, Belo Horizonte-BH e Vitória-ES, onde se interessou pela prática adotada, já que eles possuem usina de processamento de lixo e conseguiram absorver as pessoas que sobrevivem de reciclagem.

Trad revela que foi ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e garantiu o recurso para construir a usina de triagem necessária para absorver estes trabalhadores. Diante disso, chamou os trabalhadores e falou que tinha a solução: Pediu para que eles criassem uma associação ou cooperativa porque atuariam em frente ao aterro, na usina de processamento, comercializando os produtos diretamente com quem recicla.

Encontrada a solução, Trad afirma que enviou alguns trabalhadores a Belo Horizonte para ver como funcionava e trazer dicas para melhorar o projeto a ser desenvolvido em Campo Grande, o que de fato aconteceu, provocando alteração no projeto inicial. “Tudo para implementar uma nova modelagem ao lixão em 2012”.

O prefeito lembra que foi realizada uma audiência pública sobre a destinação do lixo e era a oportunidade para que as pessoas apresentassem solução. Porém, pouca gente compareceu para contribuir. Trad ressalta que teve coragem de assinar um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com o Ministério Público e que vai cumprir tudo. Entretanto, afirma que o prazo foi adiado por conta de problemas com o edital para licitação, já que a questão é ampla e deve ser organizada com bastante profissionalismo.

Nelson Trad garante que reforçou a equipe de segurança no lixão para evitar que crianças entrem no local, principalmente no período de férias, quando o risco é maior. Ele afirma ainda que na manhã em que o menino Maikon, 9 anos, morreu soterrado no lixão, uma equipe da secretaria de Assistência Social esteve no bairro para alertar os familiares sobre o perigo de entrar no lixão.

Trad faz questão de ressaltar que no bairro existe um Centro de Referência de Assistência Social onde tem uma opção pública social para atender a população. Além disso, relata que construiu um Ceinf (Centro de Educação Infantil) e ampliou todos os outros da região para atender a comunidade. “O problema é de 30 anos e eu vou resolver”, finalizou.

 

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Em live, Padre Fábio de Melo defende união civil entre homossexuais
Brasil
Jovem que estava desaparecido a 24 dias é encontrado com vida
Brasil
Vídeo: em caminhonete, empresário arrasta morador de rua até a morte
Brasil
Estados que sofrem com facções terão forças armadas nas eleições
Brasil
Lula perde sogra para o coronavírus
Brasil
Vídeo: Homem é pego 'transando' com égua e apanha da dona do animal
Brasil
Governo autoriza a importação de gás da Bolívia pela Petrobras
Brasil
Burro fica suspenso em carroça com excesso de tijolos como carga
Brasil
“Esse preto não vai entrar no meu condomínio”, hamburgueria expõe caso de racismo
Brasil
Vídeo: Incêndio atinge o Hospital Federal de Bonsucesso no RJ

Mais Lidas

Política
Veja como ficam apenas os votos válidos na pesquisa Ibope
Geral
Ibope mostra Marquinhos com 46% dos votos
Cidade
Gatti assume secretaria de governo
Cidade
Jovem deixa carta de suicídio e se despede no Facebook