Menu
Menu
Busca quarta, 17 de abril de 2024
Brasil

Prefeito promete solução para problema do lixão

05 janeiro 2012 - 10h34Wendell Reis

O prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) declarou que, caso não haja problemas com licitação, resolverá até o final do ano o problema do lixão em Campo Grande. O prefeito ressaltou que os transtornos com o lixo em Campo Grande já duram 30 anos e garantiu que é ele quem resolverá.

Trad explica que quando assumiu a administração em 2005 resolveu enfrentar o problema e optou por uma solução ambientalmente correta, sem queima ou poluição. A partir disso, foi ao Ministério das Cidades e Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e solicitou recursos para garantir a retirada de 84 famílias do lixão.

Segundo o prefeito, estava tudo certo. Porém, houve uma evolução grande no número de famílias por conta da demanda social, passando de 84 para 306 famílias frequentando o aterro. Diante disso, teve dois problemas: com o lixo e com a questão social. Com o “pepino” nas mãos, o prefeito foi ao lixão e ofereceu a oportunidade dos trabalhadores saírem do lixão e trabalharem com carteira assinada em outro local. Entretanto, para sua surpresa, ninguém aceitou, pois não queriam ganhar um salário inferior ao que conseguia no lixão, que em média é de R$ 1,5 mil.

O prefeito confidenciou que a tarefa foi difícil, mas continuou o trabalho para tentar resolver o problema. Desta maneira, passou a visitar outras cidades, indo a São Paulo-SP, Niterói-RJ, Belo Horizonte-BH e Vitória-ES, onde se interessou pela prática adotada, já que eles possuem usina de processamento de lixo e conseguiram absorver as pessoas que sobrevivem de reciclagem.

Trad revela que foi ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e garantiu o recurso para construir a usina de triagem necessária para absorver estes trabalhadores. Diante disso, chamou os trabalhadores e falou que tinha a solução: Pediu para que eles criassem uma associação ou cooperativa porque atuariam em frente ao aterro, na usina de processamento, comercializando os produtos diretamente com quem recicla.

Encontrada a solução, Trad afirma que enviou alguns trabalhadores a Belo Horizonte para ver como funcionava e trazer dicas para melhorar o projeto a ser desenvolvido em Campo Grande, o que de fato aconteceu, provocando alteração no projeto inicial. “Tudo para implementar uma nova modelagem ao lixão em 2012”.

O prefeito lembra que foi realizada uma audiência pública sobre a destinação do lixo e era a oportunidade para que as pessoas apresentassem solução. Porém, pouca gente compareceu para contribuir. Trad ressalta que teve coragem de assinar um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com o Ministério Público e que vai cumprir tudo. Entretanto, afirma que o prazo foi adiado por conta de problemas com o edital para licitação, já que a questão é ampla e deve ser organizada com bastante profissionalismo.

Nelson Trad garante que reforçou a equipe de segurança no lixão para evitar que crianças entrem no local, principalmente no período de férias, quando o risco é maior. Ele afirma ainda que na manhã em que o menino Maikon, 9 anos, morreu soterrado no lixão, uma equipe da secretaria de Assistência Social esteve no bairro para alertar os familiares sobre o perigo de entrar no lixão.

Trad faz questão de ressaltar que no bairro existe um Centro de Referência de Assistência Social onde tem uma opção pública social para atender a população. Além disso, relata que construiu um Ceinf (Centro de Educação Infantil) e ampliou todos os outros da região para atender a comunidade. “O problema é de 30 anos e eu vou resolver”, finalizou.

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Votação no Senado aconteceu na noite de quarta-feira
Política
Senado vota PEC que criminaliza posse de qualquer quantidade de droga ilícita
Juiza Gabriela Hardt, juiz Danilo Pereira Júnior e os desembargadores Carlos Eduardo Thompson Flores e Lenz Loraci Flores De Lima /
Justiça
"Graves infrações" afastam juíza da Lava Jato e mais 3
Corpos estavam na embarcação a deriva
Brasil
Embarcação é encontrada no Pará com vários corpos em decomposição
Pré-candidata a prefeita e chefe da Sudeco, Rose Modesto -
Política
Em visita de Lula a MS, Rose destaca intenção de ser a primeira prefeita eleita da Capital
Em uma das faces, peça tem gravada a ilustração do livro manuscrito da primeira Constituição do País
Brasil
BC lança moeda de R$ 5 em comemoração os 200 anos da 1ª Constituição do Brasil
Rodolfo Nogueira (PL), Marcos Pollon (PL) e Dr. Luiz Ovando (PP)
Política
Trio Bolsonarista de MS vota contra prisão de Chiquinho Brazão acusado de mandar matar Marielle
O anúncio foi feito nesta quarta-feira por Lula
Brasil
Rural e Entidades: Minha Casa Minha Vida dará moradias a 440 mil pessoas
Foto: Ueslei Marcelino/Reuters
Brasil
Atuação das Forças Armadas em terra Yanomami é regulada pelo Governo
Biometria é pedida para poder votar
Brasil
Prazo para regularizar título pela internet termina nesta segunda
Dia Nacional da Mulher Sambista é instituído em homenagem à Ivone Lara
Brasil
Dia Nacional da Mulher Sambista é instituído em homenagem à Ivone Lara

Mais Lidas

Acidente aconteceu no Monte Castelo
Polícia
Motociclista que morreu após bater em muro no Monte Castelo pilotava sem CNH
Janaina tinha 40 anos e trabalhava na Semed
Polícia
Identificada motociclista morta que bateu em muro de condomínio no Monte Castelo
Agetran divulga lista de multas aplicadas de 21 a 31 de março
Cidade
Multas de trânsito: saiba se você foi "canetado" entre 21 a 31 de março
Diogo Nantes morreu na hora
Polícia
JD1TV: Jovem morre após carro ser atingido pela haste da lona de um caminhão na MS-164