Menu
Menu
Busca terça, 28 de maio de 2024
Secovi
Brasil

Renan comanda primeira sessão plenária do Senado após ser mantido na presidência

08 dezembro 2016 - 11h58Agência Brasil

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), comanda hoje (8) a primeira sessão no plenário da Casa após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de mantê-lo no cargo de presidente. Renan chegou ao Senado no final desta manhã e seguiu direto para o plenário onde abriu sessão deliberativa extraordinária sem fazer comentários sobre a decisão tomada ontem (7) pelo Supremo.

O plenário do Senado realiza sessão plenária em que debate requerimentos que pedem a retirada de urgência do projeto de lei sobre abuso de autoridade. Também hoje o Senado realiza a primeira sessão de discussão em segundo turno sobre a PEC do Teto dos Gastos Públicos.

Ontem (7), por 6 votos a 3, o STF decidiu manter o presidente do Senado na presidência do Senado, derrubando liminar do ministro Marco Aurélio Mello, que havia determinado o afastamento do senador da presidência da Casa. Com a decisão da maioria da Corte, Renan Calheiros fica impedido somente de assumir a Presidência da República em caso de viagem do presidente Michel Temer, por exemplo.

Na tarde de ontem, enquanto o Supremo decidia sobre a permanência ou não de Renan à frente da Casa, o parlamentar procurou manter a rotina de normalidade no cargo permanecendo em seu gabinete, onde recebeu representantes de centrais sindicais.

As sessões do Senado marcadas para terça (6) e quarta-feira (7) foram canceladas em função das discussões sobre a decisão liminar do ministro Marco Aurélio Mello e do julgamento no STF . O cancelamento das sessões pode prejudicar a contagem de prazo para a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, conhecida como PEC do Teto dos Gastos.

A questão sobre a permanência de Renan no cargo foi motivada por uma ação original pela Rede Sustentabilidade. O partido pediu ao Supremo que declare réus – pessoas que respondem a ação penal – impedidos de ocupar cargos na linha de substituição do presidente da República, formada pelos presidentes do Senado, da Câmara dos Deputados e do STF.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Empresas vão doar 2 milhões de quilos de carne ao RS, anuncia Lula
Brasil
Empresas vão doar 2 milhões de quilos de carne ao RS, anuncia Lula
Alexandre de Moraes
Brasil
Recursos de delações e condenações devem ser destinados pela União, diz STF
Anomalia Magnética do Atlântico Sul (AMAS)
Brasil
Anomalia magnética que passa pelo Brasil segue crescendo, aponta relatório
Base aérea de Canoas
Brasil
Base Aérea de Canoas recebe voos comerciais a partir de segunda-feira
Trinta e oito animais que seriam vendidos na loja foram encontrados sem vida
Brasil
Cobasi é investigada por deixar animais morrerem afogados no Rio Grande do Sul
Foto: Mario Agra / Câmara dos Deputados
Brasil
Banco Central libera lote de moedas comemorativas de R$ 5
Do total de débitos, R$ 86.995,69 são referentes a multas, e R$ 14.604,57, a notificações por autuações
Brasil
Carro com mais de R$ 100 mil em débitos e 648 infrações é apreendido pelo Detran-DF
Corregedoria deve verificar in loco o funcionamento do TJMS
Justiça
Juiz do Amapá é investigado e afastado cautelarmente por ligações com facções
Foto: Getty Images
Brasil
Autorizado crédito extraordinário de R$ 1,8 bi para o Rio Grande do Sul
Ministra Cármen Lúcia
Brasil
STF proíbe desqualificar mulheres vítimas de abuso sexual durante investigações

Mais Lidas

Waldeli dos Santos Rosa -
Política
Ex-prefeito é condenado por espalhar "Deep Fake" em Costa Rica
Vítima morreu ainda no local
Polícia
Homem é morto a tiros após jogar salgado em dono de lanchonete
Campo Grande amanhece encoberta de névoa
Clima
Campo Grande amanhece com neblina e frio ganha novo aliado nesta segunda
Delegadas Elaine Benicasa e Analu Lacerda deram detalhes sobre o crime de Amalha Mariano
Polícia
Nova versão: Caminhoneiro matou corretora após discussão em caso extraconjugal