Menu
Menu
Busca segunda, 27 de maio de 2024
Secovi
Brasil

União fecha acordo com estados e editará MP

Objetivo é liberar recursos da repatriação

08 dezembro 2016 - 07h57Agência Brasil

O Palácio do Planalto confirmou a celebração de um acordo com os governadores para a liberação dos recursos resultantes da multa da repatriação (programa de regularização de ativos no exterior). Para que o dinheiro seja repassado aos estados, porém, os chefes dos Executivos estaduais terão que se comprometer com um "Pacto de Austeridade pela Retomada do Crescimento".

De acordo com o governador do Piauí, Wellington Dias, o governo federal informou que o vai editar uma medida provisória (MP) liberando os recursos até o dia 20 de dezembro. Após se reunir com o presidente Michel Temer e outros governadores, Wellington Dias disse que a decisão de editar uma MP foi tomada com base no entendimento da Advocacia-Geral da União para que os processos judiciais questionando os valores fossem encerrados.

Em nota à imprensa, porém, o Planalto não condiciona o repasse a uma data específica. Segundo o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, os chefes dos Executivos estaduais estão "muito próximos" de resolver a questão das multas "de forma política", formalizando assim um "grande acordo".

"Os governadores se comprometeram com a adoção de medidas de ajuste fiscal que serão implementadas mediante envio de propostas às Assembleias Legislativas para: 1) Instituição de Novo Regime Fiscal estabelecendo limites de despesas por dez anos; 2) aumento da contribuição previdenciária dos servidores, extensivo a inativos e pensionistas, com implementação até 2019", informou a Presidência da República.

De acordo com o Planalto, os governadores terão as medidas de ajuste como condicionante para "a concessão de avais pela União aos estados". Mais cedo, o governador de Goiás, Marconi Perillo, já havia adiantado que somente os estados que aprovassem as propostas de controle de gastos e reforma da previdência poderiam solicitar operações de crédito com aval do Tesouro Nacional.

Ao sair do encontro com outros oito governadores, porém, Rollemberg disse que ainda não conhecia as condicionantes do governo federal. "O que governo vai editar são condições mais rigorosas para liberar operações de crédito a partir do ano que vem", disse. Segundo Wellington Dias, a carta com os compromissos dos governadores está prestes a ser divulgada.

Da reunião com Temer no Planalto agora há noite, participaram os representantes do Rio de Janeiro, Acre, Bahia, Paraíba, Alagoas, Maranhão e Tocantins, além do Piauí e do DF.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Anomalia Magnética do Atlântico Sul (AMAS)
Brasil
Anomalia magnética que passa pelo Brasil segue crescendo, aponta relatório
Base aérea de Canoas
Brasil
Base Aérea de Canoas recebe voos comerciais a partir de segunda-feira
Trinta e oito animais que seriam vendidos na loja foram encontrados sem vida
Brasil
Cobasi é investigada por deixar animais morrerem afogados no Rio Grande do Sul
Foto: Mario Agra / Câmara dos Deputados
Brasil
Banco Central libera lote de moedas comemorativas de R$ 5
Do total de débitos, R$ 86.995,69 são referentes a multas, e R$ 14.604,57, a notificações por autuações
Brasil
Carro com mais de R$ 100 mil em débitos e 648 infrações é apreendido pelo Detran-DF
Corregedoria deve verificar in loco o funcionamento do TJMS
Justiça
Juiz do Amapá é investigado e afastado cautelarmente por ligações com facções
Foto: Getty Images
Brasil
Autorizado crédito extraordinário de R$ 1,8 bi para o Rio Grande do Sul
Ministra Cármen Lúcia
Brasil
STF proíbe desqualificar mulheres vítimas de abuso sexual durante investigações
Voa Brasil: Programa para venda de passagens a R$200 deve ser lançado em junho
Brasil
Voa Brasil: Programa para venda de passagens a R$200 deve ser lançado em junho
Sergio Moro
Política
Tribunal Superior Eleitoral rejeita pedidos de cassação de Sérgio Moro

Mais Lidas

Presídio de Segurança Máxima, em Campo Grande
Polícia
Mulher é detida após tentar entregar celular para irmão no Presídio da Máxima
'É grosso?' Ney Matogrosso posta nudes nas redes sociais
Brasil
'É grosso?' Ney Matogrosso posta nudes nas redes sociais
Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora foi morta a pauladas por 'amigo' após não entrar em esquema de golpe
Folga menstrual
Comportamento
AGEMS institui folga menstrual que será projeto piloto no governo estadual