Menu
Menu
Busca domingo, 14 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Cidade

Passe de ônibus deve ficar mais caro após determinação da Justiça na Capital

O Consórcio Guaicurus alega um déficit acumulado de R$ 2.928.017,72

01 novembro 2023 - 11h24Vinícius Santos     atualizado em 01/11/2023 às 11h34
Melhores do Mundo - Jul24

A Justiça de Mato Grosso do Sul, por meio da 4ª Vara de Fazenda Pública, concedeu uma decisão liminar atendendo ao pedido do Consórcio Guaicurus SA, ordenando que a Prefeitura de Campo Grande efetue o reajuste no valor da passagem do transporte coletivo de ônibus na capital. A decisão é da juíza Cíntia Xavier Letteriello. 

Além disso, a ordem judicial obriga a administração municipal, chefiada pela prefeita Adriane Lopes (PP), a revisar o contrato, visando garantir o equilíbrio econômico-financeiro da empresa concessionária responsável pela operação do transporte público em Campo Grande.

O Consórcio Guaicurus destacou à justiça o descumprimento do reajuste tarifário, que tem como base de referência o mês de outubro de cada ano, conforme estipulado em contrato, e apontou o acúmulo mensal de déficit tarifário, resultado da falta de ações administrativas para assegurar a estabilidade financeira da concessão.

A concessionária alegou um déficit acumulado de R$ 2.928.017,72 em setembro de 2023.

No mês de fevereiro, a prefeitura implementou um sistema de compensação entre o valor pago pelo usuário e uma tarifa técnica mais elevada, de R$ 5,15, que é reembolsada pelo município. Essa ação foi realizada com o propósito de manter o valor do passe para o usuário, fixado em R$ 4,65.

A decisão parcialmente favorável ao Consórcio Guaicurus pela Justiça poderá resultar no aumento do valor da passagem na capital. O Consórcio alegou na ação que o Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) do TCE-MS, assinado pelos gestores públicos, não vem sendo cumprido.

No momento da assinatura, essa medida foi divulgada como um benefício para os usuários do transporte coletivo, indicando melhorias na prestação do serviço. No entanto, atualmente, o TAG está sendo utilizado em favor da concessionária do transporte coletivo.

Em fevereiro deste ano, a Agência Municipal de Regulação apontou que o valor da passagem deveria ser de R$ 5,80. A prefeita Adriane Lopes ainda deve ser notificada da decisão judicial.

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro
Melhores do Mundo - Jul24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Hamburguer de metro já com bacon e salsicha
Cidade
Desafio do 'Hamburgueiros do MS' pode criar o hambúrguer mais pesado do Brasil
Governo de Mato Grosso do Sul anuncia leilão on-line de veículos
Cidade
Governo de Mato Grosso do Sul anuncia leilão on-line de veículos
Projeto - HMCG
Saúde
Ação Popular põe em xeque a construção de hospital municipal em Campo Grande
Viajantes terão mais oportunidades para explorar novos destinos.
Cidade
Decola MS: Estado tem mais quatro voos nacionais diretos
Sede do Gaeco - MPMS
Justiça
Juiz libera mudança de ex-chefe de licitações preso em operação em Sidrolândia
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Justiça
Juiz determina que Cepol receba flagrantes de tráfico de drogas
Fiscalização tenta coibir ações clandestinas
Cidade
Saiba como deixar viagem mais segura nas férias com orientações da Agems
Aeronave levou dois rins e um fígado para Brasília
Cidade
Governo de MS mobiliza aeronave para garantir transplante de órgãos
Cachorro Benjamin
Cidade
Viu o Benjamin? Cachorro foi visto pela última vez na UFMS
Paulo Fernando é substituído na Agetec
Cidade
Paulo Fernando é substituído na Agetec

Mais Lidas

Tempo amanheceu nublado e característico de frio
Clima
Nova frente fria desembarca em MS trazendo ainda mais instabilidade
Maria Eloir Flores Vilante -
Interior
Cargo fantasma rende condenação de vereadora em Mato Grosso do Sul
O fim de uma era: Primeiras notas de real vão parar de circular
Geral
O fim de uma era: Primeiras notas de real vão parar de circular
E o frio persiste em Mato Grosso do Sul
Clima
Frente fria ganha 'sobrevida' e impõe mínima de 8°C nesta sexta-feira em MS