Menu
Busca segunda, 27 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Em MS, indústrias de chocolate esperam aumentar faturamento em 10% na Páscoa

Empresários do setor já contratam mão de obra temporária para auxiliar na fabricação dos chocolates

15 março 2019 - 12h50Da redação com assessoria

O período de Páscoa, uma das melhores datas para as indústrias de chocolate no ano por gerar um aumento significativo na produção e em empregos temporários, também deixa otimistas os empresários de Mato Grosso do Sul. As indústrias de chocolate do estado já verificam aumento da demanda por ovos e outros produtos e, para este ano, aguardam faturamento 10% superior ao registrado no mesmo período comemorativo de 2018. 

Com a produção aquecida, os empresários já investem na contratação de mão de obra temporária para a confecção e para a venda dos produtos. Em Dourados (MS), por exemplo, a Comercial Pelicano, que há 25 anos fabrica e comercializa ovos de Páscoa e embalagens para a fabricação caseira do produto, vai reforçar o número de funcionários. 

“Vamos ampliar a linha de produção em cerca de 30%, um percentual inclusive maior do que ano passado, e fazer o mesmo com o número de representantes de comerciais, que esperamos contratar pelo menos 20, para fazer as vendas em todas as regiões do Estado”, afirmou o proprietário Rubens Luiz Triaca.

Em Campo Grande, a Sweet Confeitaria, que desde 2007 atua no mercado de confeitaria e, três anos depois, enxergou na produção de ovos de Páscoa uma oportunidade de ampliar as vendas e o catálogo de produtos, também trabalha com a expectativa de faturar 10% a mais em 2019. “Começamos a preparar catálogo no início do ano e, passado o carnaval, é hora de iniciar a produção”, disse a proprietária Andressa Sandri.

A empresária acrescenta que já aumentou o quadro de funcionários em 10% e esperamos obter, pelo menos, esse mesmo percentual no que diz respeito ao aumento das vendas. “Inclusive ampliamos a produção em 20% porque, caso haja sobra, os produtos são adquiridos mesmo após a Páscoa”, afirmou.

Segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), em 2018 foram produzidas mais de 11 mil toneladas de ovos e produtos de Páscoa em todo o país, número 26% maior que o registrado no ano anterior. A entidade afirma que, juntas, indústrias e varejo geraram mais de 18 mil vagas de empregos temporários, tanto em fábricas quanto em pontos de venda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Alta do petróleo e valorização do dólar aliviam contas públicas
Economia
Cai 2,9 pontos em maio o Índice de Confiança do Consumidor
Economia
Mega-Sena pode pagar 12 milhões nesta quarta-feira
Economia
No “Dia Livre de Impostos”, capital terá cerveja com metade do preço
Economia
MS é líder do ranking nacional de exportação de tilápia
Economia
Preço do diesel dispara e ultrapassa patamar da greve dos caminhoneiros em 2018
Economia
Comerciamentes venderão produtos sem impostos em feirão nacional
Economia
Governo anunciará bloqueio temporário de verbas na quarta-feira
Economia
Concen e Energisa cadastram famílias na Tarifa Social neste sábado
Economia
Guedes prevê "um outro país" após reforma da Previdência

Mais Lidas

Fim de Semana
Gasolina será vendida a R$ 2,50 em dois postos da capital neste sábado
Geral
Vídeo - Motorista chega empurrando o carro para abastecer a R$ 2,50
Polícia
Jovem é morto a machadadas por ex-cunhado na capital
Polícia
Motociclista tenta ultrapassagem e colide com ônibus na capital