Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Economia

Portugal Telecom e Oi anunciam fusão e criam gigante do setor

02 outubro 2013 - 11h20Via Uol com AFP e Reuters
A Portugal Telecom e a brasileira Oi anunciaram nesta quarta-feira (02) que irão formalizar processo de fusão entre as empresas. A Portugal Telecom já era a principal acionista da operadora brasileira, com 23,6% de participação.

O acordo prevê um aumento de capital de pelo menos R$ 7 bilhões na operadora brasileira. De acordo com o documento, o executivo Zeinal Bava, atual diretor executivo da Oi e da Portugal Telecom, presidirá a nova sociedade, que recebe o nome de CorpCo.

O executivo afirmou que a empresa resultante da fusão com a Portugal Telecom pretende ser uma das principais do setor no mundo. Para Bava, a nova empresa tem potencial de alto crescimento no mercado brasileiro.

"A ambição é estar entre os maiores players globais, assumindo uma vocação multinacional, desde a primeira hora, num setor em profunda transformação e afirmando-se como uma referência em termos de inovação tecnológica, excelência operacional e criação de valor acionista", disse.

As empresas estimam sinergias operacionais e financeiras de aproximadamente R$ 5,5 bilhões, que devem aumentar conforme a CorpCo consiga aumentar sua liderança em Portugal, na África e no Brasil. Nesse contexto, sinergia significa economia de gastos pela fusão de departamentos.

A combinação de operações vai cobrir uma área geográfica com cerca de 260 milhões de habitantes e cerca de 100 milhões de clientes, segundo as companhias de telecomunicações.

"A transação consolidará a posição das duas sociedades como o operador líder nos países de língua portuguesa, liderando em todos os mercados em que opera", diz o comunicado.

A nova empresa terá ações na Bovespa, na Bolsa de Portugal e em Nova York, nos EUA. As companhias afirmaram que os atuais acionistas da TelPart (Telemar Participações) e um veículo de investimento administrado e gerido pelo BTG Pactual BBTG11.SA, participarão da operação de aumento de capital com subscrição de cerca de R$ 2 bilhões.

Cada ação ordinária da Oi será substituída por uma ação ordinária da CorpCo. As ações ordinárias dão direito a voto. No caso das ações preferenciais (sem direito a voto), cada 1,0857 ação preferencial da Oi será substituída por uma ação ordinária da CorpCo.

A Portugal Telecom adquiriu em 2010 uma participação de 22,28% do capital da Oi, por 3,54 bilhões de euros (R$ 10,52 bilhões). Atualmente, a empresa portuguesa possui 23,6% das ações da companhia brasileira.

A fusão acontece de maneira simultânea à venda da participação da PT na operadora Vivo para a espanhola Telefónica, por 7,5 bilhões de euros.

A Oi propôs a realização de um aumento de capital de pelo menos R$ 7 bilhões (2,3 bilhões de euros), e uma meta de R$ 8 bilhões (2,7 bilhões de euros) para melhorar a flexibilidade do balanço da nova entidade CorpCo.

De acordo com as empresas, a fusão "permitirá acelerar o desenvolvimento da Oi no Brasil, alavancar e potencializar a capacidade de inovação da Portugal Telecom e cristalizar o valor das sinergias".

Fusão deverá ser 'simples'
A aprovação da fusão entre a Oi e a Portugal Telecom deverá "ser simples", afirmou uma fonte da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) à Reuters.

Segundo a fonte, a operação anunciada mais cedo "é mais uma reestruturação societária" do que uma mudança de controle.

Telefónica, dona da Vivo, anuncia acordo com a TIM
A Telefónica, dona da Vivo no Brasil, anunciou na semana passada que negocia o controle da Telecom Italia, dona da TIM no país.

Com isso, a dona da Vivo se tornaria indiretamente a sócia majoritária da TIM. As duas empresas são concorrentes diretas no país: a Vivo possui 28,7% do mercado de telefonia celular no Brasil e a Tim, 27,2%.

A fusão entre as duas empresas ainda terá que ser aprovada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).
Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Nascidos em fevereiro recebem segunda parcela do auxílio hoje
Economia
Restaurantes são o primeiro alvo da “retomada econômica”
Geral
"Dia Livre de Impostos" acontece na quinta, dia 27
Economia
Saque do auxílio está disponível para beneficiários nascidos em dezembro
Brasil
Caixa inicia pagamento da 2ª parcela do auxílio; confira o calendário
Economia
Caixa antecipa 2ª parcela do auxílio emergencial; veja o calendário
Economia
Saque do auxílio emergencial está disponível para novo grupo
Economia
Beneficiários nascidos em setembro podem sacar auxílio emergencial
Economia
Beneficiários nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial
Cidade
Véspera do Dia das Mães lota centro da Capital

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio