Menu
Busca sexta, 26 de fevereiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo - campanha estado que cresce - Topo
Economia

Preço de produtos natalinos varia até 71% em Campo Grande, diz Procon

09 novembro 2011 - 07h53Divulgação

O Procon divulgou a primeira pesquisa de preço dos produtos natalinos. De acordo com o levantamento, em Campo Grande as mercadorias estão em 2011, 14% mais caras do que em 2010.

Mais de 550 produtos, incluindo panetones, vinhos, perus e frutas secas foram pesquisados em nove estabelecimentos diferentes da capital.

O item que mais apresentou variação de preço, 71,7%, foi um pacote com 200 gramas de castanha do Pará.

O produto foi encontrado entre R$ 2,14 e R$ 5,39.

O superintendente estadual do Procon, Lamartine Ribeiro, afirma que a variação de preços é comum e o consumidor deve pesquisar para gastar menos.

"Alguns produtos apresentam uma alta variação de preço de um estabelecimento para o outro. O melhor é que o consumidor pesquise e compre onde o preço for menor".

As bebidas são outros itens bastante procurados pelos consumidores no Natal. Entre os vinhos e sidras, os itens tiveram variações de 46,1% até 66,3% de um estabelecimento para outro.

Um dos símbolos da época natalina é o panetone que, de acordo com a pesquisa, registrou preços de R$ 14 a R$ 20,19 uma variação de 44,2%.

Segundo Ribeiro, uma das dicas para economizar com as compras para a ceia de Natal é deixar para comprar o mais próximo possível da data.

"A tendência é que os preços comecem a cair mais perto da data de comemoração, por isso, para quem quer gastar menos, o melhor é esperar para começar as compras", aconselha o superintendente.

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Governo congela pauta da gasolina por 15 dias e prevê economia de R$ 0,15
Economia
Governo Federal obriga postos a detalharem preço dos combustíveis
Economia
Para acabar com ICMS, Reinaldo quer fundo de compensação
Economia
Para Longen, 2021 será o ano de retomada da economia
Economia
Petrobras anuncia 4º aumento de gasolina no ano; diesel tem 3ª alta
Economia
Bandeira tarifária tem déficit de R$ 3 bi, diz Aneel; valor será cobrado nas contas de luz
Economia
Governo tentará aprovar auxílio emergencial em três semanas
Economia
Fazenda Nacional facilitará pagamento de impostos atrasados
Economia
Para Riedel, nova MS-223 fortalecerá economia
Economia
Novo lote do PIS/Pasep é liberado para nascidos de março a junho

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio