Menu
Busca quarta, 20 de março de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Preço de produtos natalinos varia até 71% em Campo Grande, diz Procon

09 novembro 2011 - 07h53Divulgação

O Procon divulgou a primeira pesquisa de preço dos produtos natalinos. De acordo com o levantamento, em Campo Grande as mercadorias estão em 2011, 14% mais caras do que em 2010.

Mais de 550 produtos, incluindo panetones, vinhos, perus e frutas secas foram pesquisados em nove estabelecimentos diferentes da capital.

O item que mais apresentou variação de preço, 71,7%, foi um pacote com 200 gramas de castanha do Pará.

O produto foi encontrado entre R$ 2,14 e R$ 5,39.

O superintendente estadual do Procon, Lamartine Ribeiro, afirma que a variação de preços é comum e o consumidor deve pesquisar para gastar menos.

"Alguns produtos apresentam uma alta variação de preço de um estabelecimento para o outro. O melhor é que o consumidor pesquise e compre onde o preço for menor".

As bebidas são outros itens bastante procurados pelos consumidores no Natal. Entre os vinhos e sidras, os itens tiveram variações de 46,1% até 66,3% de um estabelecimento para outro.

Um dos símbolos da época natalina é o panetone que, de acordo com a pesquisa, registrou preços de R$ 14 a R$ 20,19 uma variação de 44,2%.

Segundo Ribeiro, uma das dicas para economizar com as compras para a ceia de Natal é deixar para comprar o mais próximo possível da data.

"A tendência é que os preços comecem a cair mais perto da data de comemoração, por isso, para quem quer gastar menos, o melhor é esperar para começar as compras", aconselha o superintendente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Aneel quita empréstimo a distribuidoras e luz terá redução de 3,7% em média
Economia
Mega-Sena pode pagar prêmio R$ 11 milhões neste sábado
Economia
Em MS, indústrias de chocolate esperam aumentar faturamento em 10% na Páscoa
Economia
Dólar sobe e fecha a R$ 3,848; Bolsa cai após recorde
Economia
Bolsa bate recorde e dólar fecha quase estável
Economia
Ministro da Cidadania confirma 13º salário do Bolsa Família
Economia
Puxada pela alimentação e educação, inflação sobe em fevereiro
Economia
Bolsa sobe 2,79% e dólar cai 0,73%
Economia
Hoje vence a segunda parcela do IPTU
Cidade
Prazo para aderir ao Refis termina nesta segunda-feira

Mais Lidas

Polícia
Orgia em motel vira caso de polícia
Polícia
Imagens fortes - Mais um é executado em menos de 24 horas na fronteira
Polícia
Vídeo - Um morre e outro fica ferido em execução na fronteira
Polícia
Adolescente é estuprada por quatro homens em Aquidauana