Menu
Busca domingo, 21 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Educação

Depois de irregularidades, MEC pede nova eleição na UFGD

A escolha do novo reitor está causando polêmica entre professores e alunos

23 abril 2019 - 09h50Rayani Santa Cruz, com informações do Dourados Agora

 A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), realizou eleições para escolha da nova reitoria em março deste ano. Mas, depois de constatação de irregularidades na indicação de nomes, o Ministério da Educação (MEC) pediu que a universidade faça novas eleições.

Por lei, o reitor e vice-reitor de universidades federais são nomeados pelo presidente da República, escolhidos dentre os indicados em listas tríplices elaboradas pelo colegiado máximo da instituição, ou por outro colegiado que o englobe, instituído especificamente para este fim.

Nas eleições desse ano, houve indicados do Colégio Eleitoral da instituição e escolhidos por professores, servidores e estudantes, equivalentes a um terço dos votos para cada categoria. No entanto, mesmo depois dos votos, o Conselho indicou na lista tríplice (a lista que compunha os nomes para que o presidente Jair Bolsonaro finaliza-se a escolha) apenas o nome do vencedor do pleito e duas outras pessoas de seu grupo, ou seja, nenhuma das indicações derrotadas e escolhidas por votos de alunos, servidores e professores apareceu na lista.

No dia 21 de março, o conselho formou a lista tríplice, encabeçada pela vencedora da eleição interna: Etienne Biasotto para reitor e Claudia Lima para vice-reitora. Mas os outros dois candidatos, Liane Calarge e Joelson Pereira, não foram incluídos na lista a ser enviada a Brasília.

O MEC entendeu que o Colégio Eleitoral da universidade cometeu uma irregularidade ao indicar apenas nomes de seu grupo.  Por conta disso, o governo de Jair Bolsonaro cancelou o processo e pediu nova eleição.

Roberto Carlos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Inicia neste domingo a 71° SBPC na UFMS
Educação
SBPC reúne 15 mil pessoas na capital
Educação
ProUni: Canditados na espera tem até dia 22 para comprovar informações
Educação
Professores desligados são “indicações políticas”, diz Marquinhos
Educação
Assistentes Educacionais Inclusivos substituirão professores, diz Prefeitura
Educação
Prefeitura tem mil vagas disponíveis para aulão pré-Enem
Educação
Desligamento de professores da educação especial preocupa pais
Educação
Menos de 50% dos estudantes aprende sobre segurança na internet, diz estudo
Educação
ProUni: Prazo para participar da lista de espera termina nesta terça
Educação
Reme altera início das aulas e apenas creches retornam nesta terça

Mais Lidas

Polícia
Em grave acidente adolescente perde os pais e fica ferido
Esportes
Goleiro Bruno deixa prisão para cumprir restante de pena em casa
Polícia
Mulher bate com cabeça no asfalto e morre em acidente
Geral
Fogaça do MasterChef sofre grave acidente