Menu
Menu
Busca sexta, 24 de maio de 2024
Camara Maio24 - TV camara
Educação

Prazo para se inscrever no Sisu termina na sexta-feira

A edição do primeiro semestre está ofertando 226.399 vagas

22 fevereiro 2023 - 13h09Taynara Menezes - Da Agência Brasil

O primeiro processo seletivo de 2023 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) recebe inscrições até a próxima sexta-feira (24). Nesta edição do programa são ofertadas 226.399 vagas em 128 instituições públicas, sendo 63 universidades federais.

Os interessados devem se inscrever pelo site oficial do Sisu até as 23h59, horário oficial de Brasília, para participar, o candidato deve ter feito a edição de 2022 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ter obtido nota acima de zero na prova de redação.

O estudante poderá se inscrever no processo seletivo do Sisu em até duas opções de vaga com a possibilidade de alterar as opções durante todo o período de inscrições, sendo validado o último registro no sistema. Não é permitida a inscrição em mais de uma modalidade de concorrência para o mesmo curso e turno, na mesma instituição de ensino e local de oferta.

O resultado da seleção, com a divulgação das notas de corte, será no dia 28 de fevereiro. O candidato deverá realizar a matrícula ou o registro acadêmico na instituição para a qual foi selecionado no período de 2 a 8 de março. Os dias, os horários e os locais de atendimento serão definidos por cada instituição de ensino em seu edital próprio.

Lista de espera

O processo seletivo do Sisu é feito por uma única chamada, mas é possível disputar uma vaga por meio da lista de espera. O prazo para manifestar interesse na lista de espera vai de 28 de fevereiro a 8 de março.

Nessa fase, o candidato deverá indicar apenas um dos dois cursos escolhidos anteriormente. A manifestação de interesse na lista de espera assegura ao estudante apenas a expectativa de direito à vaga ofertada no âmbito do Sisu, sendo que a matrícula ou o registro acadêmico estão condicionados à existência de vaga e ao atendimento de todos os requisitos legais e regulamentares.

Além disso, o estudante selecionado em uma de suas opções de vaga não poderá participar da lista de espera, independentemente de ter realizado sua matrícula na instituição para a qual foi selecionado.

A publicação das vagas remanescentes para a lista de espera será feita pelas próprias instituições de ensino.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Gibiteca Mais Cultura
Educação
JD1TV: Gibiteca da Capital quer "provocar esperança nas pessoas"
Concurso Unificado chegou a ser suspenso após tragédia no Rio Grande do Sul
Oportunidade
Ministério da Gestão confirma Concurso Unificado para 18 de agosto
Enem
Educação
Enem 2024: Candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção na taxa de inscrição
Foto: Eduardo Coutinho
Educação
Clube de Ciências no Bioparque Pantanal aceita inscrições até 31 de maio
Ministro Alexandre de Moraes
Justiça
STF suspende lei que proibia linguagem neutra nas escolas
Alunos durante cursinho da Sejuv
Educação
Gratuito: matrículas para cursinho começam nesta segunda em Campo Grande
Prefeitura abre inscrições para seis cursos gratuitos em Campo Grande
Educação
Prefeitura abre inscrições para seis cursos gratuitos em Campo Grande
Estão abertas as inscrições dos cursos de qualificação profissional a distância do IFMS
Educação
Estão abertas as inscrições dos cursos de qualificação profissional a distância do IFMS
O prazo para submissão das propostas, que terminaria nesta segunda-feira (13), foi estendido até o próximo dia 20 de maio
Educação
Submissão de propostas para o edital 'Mudanças Climáticas' tem prazo prorrogado
Enem 2024
Educação
Enem 2024: provas serão em 3 e 10 de novembro; veja o cronograma

Mais Lidas

Amalha era corretora de imóveis
Polícia
Mulher encontrada morta no Porto Seco era corretora de imóveis
Frio em Mato Grosso do Sul
Clima
Mínima de 7°C: MS pode registrar 'o dia mais frio do ano' nos próximos dias
Carro da corretora é encontrado no Indubrasil
Polícia
JD1TV AGORA: Carro de corretora morta é encontrado no Indubrasil
Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora assassinada iria encontrar 'ex-paquera' para cobrar dívida de R$ 20 mil