Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Governo/Dengue
Educação

Senai elabora protocolo de biossegurança para volta às aulas presenciais

Em MS, o Senai já retomou as aulas presenciais em Aparecida do Taboado, Maracaju, Naviraí, Sidrolândia, Sonora e Três Lagoas

22 julho 2020 - 13h56Da redação, com informações da assessoria

O Senai Nacional elaborou, com médicos do trabalho, epidemiologistas, engenheiros de saúde e segurança no trabalho, psicólogos e outros especialistas, um protocolo com critérios de saúde e segurança a serem seguidos nos cursos exigem etapas presenciais, além de reforçar a necessidade de se seguir as normas das autoridades sanitárias do município e da unidade da Federação em que estão localizados.

Em Mato Grosso do Sul, o Senai já conseguiu retomar as aulas presenciais nas unidades de Aparecida do Taboado, Maracaju, Naviraí, Sidrolândia, Sonora e Três Lagoas. “Essas aulas presenciais são somente para as atividades práticas e com 30% da capacidade do ambiente e não são obrigatórias. Foi uma forma que encontramos de não prejudicar os alunos, mas aqueles que integram o grupo de risco não participam e quem não se sente seguro para voltar presencialmente também não é obrigado”, explicou o gerente de gestão em inovação e tecnologia do Senai, Leandro Schneider.

Para que isso fosse possível, cada unidade protocolou na Prefeitura do respectivo município um plano de biossegurança para o retorno das aulas práticas. “Utilizamos o plano do Senai Nacional como base, mas com as particularidades de cada região. Entre as principais medidas adotadas, estão a obrigatoriedade do uso de máscara, aferição de temperatura para qualquer pessoa que entre no prédio, demarcações das áreas que podem ser utilizadas pelos alunos, garantindo o distanciamento, bloqueio de bebedouros e higienização constante de todos os ambientes”, elencou Leandro Schneider.

Ele ressaltou que cada município de Mato Grosso do Sul tem suas peculiaridades e as realidades com relação ao avanço da Covid-19 são diferentes. “Sabemos que passamos por um momento delicado e o retorno às aulas de cada unidade vai depender da aprovação das prefeituras conforme a evolução da doença. Estamos preocupados em oferecer uma formação completa, com carga-horária teórica e prática, mas nosso foco nesse momento é a saúde de nossos alunos e colaboradores. Não retornaremos por completo enquanto não houver condições mínimas para garantir a segurança de todos”, finalizou.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Prazo final inscrições de cursos técnicos gratuitos da IFMS vão até dia 4 de novembro
Educação
MEC retoma nesta segunda as inscrições para vagas remanescentes do Fies
Educação
Henrique de Medeiros é reeleito presidente da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras
Educação
Governo forma 1° turma de médicos da UEMS
Educação
Governo faz regulamento para renegociação de dívidas com o Fies
Educação
Prefeitura libera aulas presenciais em cursinhos
Educação
MPE divulga processo seletivo para estagiários
Educação
Semana de Ciência e Tecnologia 2020 inicia na segunda-feira
Educação
Rio aprovará todos os alunos da rede pública
Educação
Decretado: Aulas presenciais do ensino médio na rede particular voltam dia 19

Mais Lidas

Política
"Ele fechou a mão duas vezes para me bater", diz candidata sobre Kemp
Polícia
'Benzedeira' faz extorsão e ameaça vítima de morte dizendo ser do PCC
Polícia
PRF intensifica fiscalização nas BR's de MS no feriadão de Finados
Economia
Dólar perde força ao longo do dia, mas fecha em alta novamente