Menu
Busca quarta, 12 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Geral

Aldeia é beneficiada com projeto sustentável

16 dezembro 2011 - 17h57Divulgação

A Damha Urbanizadora começou nesta semana as ações de campo do Programa Bairro Sustentável Damha na Aldeia Indígena Marçal de Souza, em Campo Grande (MS), a primeira a receber o programa entre os 39 empreendimentos Damha de todo o país. A proposta é envolver as comunidades vizinhas aos empreendimentos em projetos sustentáveis que permitam o desenvolvimento dessas localidades com a melhoria da qualidade de vida e geração de trabalho e renda. A empresa fornece materiais, assessoria técnica, e auxilia na organização dos moradores, que ficam responsáveis pelas obras.

Na Aldeia Marçal de Souza, o programa prevê um programa de recuperação urbana e cultural, com a construção dos fechamentos em frente às casas, em alvenaria e bambu. A alvenaria será pintada de marrom, considerada uma cor da arte Terena, grupo a que pertencem os indígenas dessa localidade. O cercado terá ainda 1,20 m de bambus justapostos, também para resgatar traços da cultura indígena. As casas que já possuem muros convencionais receberão pintura especial, produzidas pelos próprios moradores do local. A Damha Urbanizadora fornece os materiais - cimento, pedra, areia, tintas, ferramentas – e disponibiliza profissionais como engenheiros para acompanhamento da obra, que será de responsabilidade dos moradores.

Enir da Silva Bezerra, cacique da aldeia, comemorou a parceria com a Damha Urbanizadora. "É muito importante para a comunidade indígena essa parceria. Ela vai contribuir para o resgate da nossa cultura e aumentar a autoestima da comunidade", ressalta. A cacique explica que muitas famílias não dispõem de recursos financeiros para murar suas casas. "A Damha veio para ajudar essas famílias", afirma.

Para a professora Maria Auxiliadora Bezerra, da escola Municipal Sulivan Silvestre de Oliveira – Tumune Kalivono (criança do futuro na língua terena) – instalada no bairro, o trabalho de pintura dos muros permitirá aos moradores resgatar os desenhos aplicados nos utensílios da cultura Terena. "Essa parceria significa a revitalização da aldeia e a possibilidade de mostrar quem somos", analisa a professora que é responsável por uma pesquisa de resgate dos traços das pinturas dos índios da aldeia, capaz de inspirar os moradores locais.

José Paranhos, diretor superintendente da Damha Urbanizadora, ressalta que o projeto nasceu do compromisso da empresa com os seus clientes e também com a vizinhança dos condomínios de promover um ambiente propício para o desenvolvimento sustentável local. "A Damha Urbanizadora sempre realizou ações em benefício das comunidades. Agora temos um programa que vai permitir ações coordenadas, com a possibilidade de melhoria da qualidade de vida e ainda com geração de trabalho e renda para as populações atendidas", explica.

Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Suzano terá mega fábrica em Rio Pardo
Geral
Mega-Sena sorteia hoje prêmio acumulado de R$ 27 milhões
Brasil
Cachorro arrasta corpo de recém-nascido carbonizado pela rua
Geral
Assembleia analisa projeto que prevê  intérpretes de libras em delegacias 
Geral
Estudo confirma presença de dinossauros em MS
Geral
Policial Militar salva bebê que se afogou com o leite materno
Geral
Visitas em presídios seguem suspensas até dia 26 de maio
Cidade
Aulas presenciais voltam dia 19 de julho em Campo Grande
Geral
JD1 e iPlace do Bosque dos Ipês sortearão kits com acessórios do iPhone
Geral
MS contrata banco por R$ 13,5 mi para emissão de cartões do 'Mais Social'

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio