Menu
Menu
Busca quarta, 24 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Geral

Barragem não era considerada de alto risco, diz relatório

Uma barragem da Vale do Rio Doce se rompeu em Belo Horizonte na sexta-feira

26 janeiro 2019 - 07h35Da redação com informações da Agência Brasil    atualizado em 26/01/2019 às 09h25

A barragem da Vale, rompida no início da tarde de sexta-feira (25) em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, estava classificada como de baixo risco de acidentes e alto potencial de danos. A informação consta do Relatório de Segurança de Barragens, elaborado pela Agência Nacional de Águas (ANA), a partir de informações prestadas por órgãos fiscalizadores ligados à temática.

A última edição do relatório foi lançada em novembro do ano passado, com informações relativas a 2017. Em nota encaminhada nesta tarde, a agência reguladora reafirmou que, para elaborar o documento, encaminhou formulário para os órgãos fiscalizadores, que declararam as informações sobre as barragens sob sua responsabilidade.

"Neste questionário, a ANA perguntou quais barragens estariam em situação crítica e a barragem rompida nesta sexta-feira não foi apontada como crítica pela Agência Nacional de Mineração (ANM), responsável pelas informações das barragens de rejeito de minério", disse a agência, por meio de nota. A agência disse ainda que, para informações sobre a barragem de rejeito de minério da Vale, a ANM deve ser consultada.

Mais cedo, a ANA informou que está monitorando a onda de rejeitos da barragem, pois havia a preocupação de que esse material atingisse a Usina Hidrelétrica Retiro Baixo, mas que a barragem da usina, localizada a 220 quilômetro do local do rompimento, possibilitará amortecimento da onda de rejeito. "Estima-se que essa onda atingirá a usina em cerca de dois dias", diz a nota.

A agência destacou que se solidariza com os afetados pelo rompimento da barragem do Córrego do Feijão e informou que está coordenando ações para manutenção do abastecimento de água e sua qualidade para as cidades que captam água ao longo do Rio Paraopeba. "Estamos em constante comunicação com os órgãos e autoridades federais e estaduais, inclusive no âmbito de recente Acordo de Cooperação sobre Segurança de Barragens, que está permitindo troca facilitada e mais rápida de dados sobre a situação no local do evento".

O relatório de 2017 aponta 45 barragens com risco de rompimento. Segundo o documento, o Brasil tem cerca de 23 mil barragens identificadas para diversas finalidades, como geração de energia, acúmulo de água ou rejeito de minérios, caso da que se rompeu ontem, sexta-feira.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bilhete deixado pela mulher ao abandonar o bebê
Geral
JD1TV: Mulher abandona bebê com bilhete em hospital
Conselheiro Jerson Domingos -
Justiça
Jerson Domingos recorre ao TJ para manter ação da Operação Omertà na Justiça de MS
Aviso do dia 19 de julho no Aeroporto Internacional de Hong Kong
Geral
'Apagão cibernético' mundial foi causado por bug, diz CrowdStrike
Vereador Claudinho Serra
Interior
Ex-chefe de gabinete de Claudinho Serra contesta acusações da Operação Tromper
Ainda dá tempo: Artistas têm prazo maior para se inscrever no concurso do TJ
Geral
Ainda dá tempo: Artistas têm prazo maior para se inscrever no concurso do TJ
Prefeito de Ladário, Iranil de Lima Soares  -
Interior
MP investiga possível nepotismo na nomeação de companheira do prefeito em Ladário
Bilhete da Mega-Sena em Casa lotérica
Geral
Ninguém acerta e Mega-Sena acumula subindo para R$ 65 milhões
Giroto e Rachel apostam em perícia para comprovar origem lícita de patrimônio milionário -
Justiça
Perita se defende sobre laudo que Giroto diz ser "imprestável"
Foto: Álvaro Rezende
Geral
Com clima instável, Pantanal tem 'suspiro' com nova diminuição de focos de incêndios
Soldado da PMMS que desrespeitou e ameaçou superiores embriagado é condenado
Justiça
Soldado da PMMS que desrespeitou e ameaçou superiores embriagado é condenado

Mais Lidas

Cabo da PMMS é condenado por realizar "bicos" durante licença médica
Justiça
Cabo da PMMS é condenado por realizar "bicos" durante licença médica
Escola Sesi oferta 104 vagas de gratuidade integral na educação básica
Educação
Escola Sesi oferta 104 vagas de gratuidade integral na educação básica
Lulu Oliveira
Comportamento
Aos 41 anos, Lulu Oliveira representará MS no Miss Universo Brasil 2024
Sala de atendimento da DEPCA
Polícia
Adolescente é esfaqueado pela mãe e fica com as vísceras expostas na Capital