Menu
Busca sexta, 02 de dezembro de 2022
(67) 99647-9098
Geral

Caso Henry: STJ confirma soltura de Monique e prisão de Dr. Jairinho

Os dois são acusados da morte do filho de Monique, de 4 anos

27 setembro 2022 - 14h10Brenda Leitte, com Agência Brasil

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou hoje (27), a decisão que revogou a prisão preventiva de Monique Medeiros e, no mesmo julgamento, negou a soltura de Jairo Souza Santos Júnior, o dr. Jairinho. Ambos são acusados pela morte de Henry Borel, filho de Monique, de 4 anos.

Monique foi solta no mês passado, após decisão monocrática (individual) do relator do caso no STJ, ministro João Otávio de Noronha. O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) recorreram, mas a Quinta Turma manteve a revogação da prisão.

Os membros do MP alegaram risco de que ela atrapalhasse as investigações, por haver indícios de que buscou coagir testemunhas, por exemplo. Noronha afirmou, contudo, não estarem atendidas as condições para a prisão preventiva no caso dela.

“Não se pode decretar a prisão preventiva baseada apenas na gravidade genérica do delito, no clamor público, na comoção social”, afirmou o ministro, que destacou a conclusão da instrução processual como suficiente para a soltura de Monique.

A defesa de dr. Jairinho, por sua vez, havia pedido a extensão da medida a seu cliente, mas os ministros da Quinta Turma entenderam que isso não seria possível, pois sua situação seria diferente da de Monique. Isso porque ele foi denunciado por participação ativa no crime e não por crime omissivo, como ela.

A Agência Brasil tenta contato com as defesas dos acusados.

Lembre o caso

Monique é acusada, juntamente com o então namorado, o ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior, dr. Jairinho, de ter participado da morte de seu filho, Henry Borel, de 4 anos, no dia 8 de março de 2021.

O menino morreu após ser levado desacordado para o hospital pelos dois. A suspeita é que a criança tenha sido agredida por Jairinho. No entanto, ele e Monique negam que tenha havido qualquer agressão a Henry. Na versão de ambos, o menino se machucou ao cair da cama onde dormia.

Recentemente, o Ministério Público pediu que Monique e Jairinho sejam levados a júri popular, julgados pelas acusações de homicídio, tortura e coação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Pelé é diagnosticado com caso de broncopneumonia
Geral
Polícia Federal retoma temporariamente a emissão de passaportes em MS
Geral
Detran do Pátio Central volta a atender na próxima semana
Geral
Aprovados em seleção para cuidador social são convocados pela prefeitura
Geral
Prazo para justificar ausência no 1º turno nas eleições se encerra hoje
Geral
Dinheiro na conta: Liberado salário de novembro para servidores estaduais
Geral
SORTEIO: Brasil rumo ao hexa
Geral
JD1TV: Caminhoneiro fura bloqueio em estrada e atropela mulher
Geral
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio sobe para R$ 100 milhões
Geral
Não sabe onde descartar lixo eletrônico? Ong da Capital orienta população

Mais Lidas

Polícia
JD1TV: Em plena luz do dia, homem é alvejado por trio na Mata do Jacinto
Polícia
Morto na Mata do Jacinto tinha passagem por homicídio, roubo e tráfico
Polícia
JD1TV: Imagens mostram momento que jovem é perseguido por atiradores na Capital
Polícia
Jovem passa mal e morre após fumar narguilé e beber cerveja na Capital