Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Aguas setembro-19
Geral

Drenagem do lago maior do Parque das Nações Indígenas começa na próxima semana

Governo do Estado iniciou a drenagem do lago maior preparando a área para os serviços de desassoreamento da região

19 junho 2019 - 12h15Rayani Santa Cruz, com informações da assessoria

As obras de desassoreamento no Parque das Nações Indígenas tiveram início no dia 11 de junho pelo lago menor. Segundo o superintendente de Serviços Públicos da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), Medhi Talayeh, as obras serão concluídas no próximo sábado (22) e na próxima segunda-feira (24) irão iniciar os trabalhos de retirada de areia na lagoa maior.  

O dreno do lago foi aberto nesta semana secando o primeiro nível para que as maquinas retirem a areia. O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) esteve vistoriando a condição dos animais do lago na terça-feira (18) e o gerente de Recursos Pesqueiros e Fauna do Imasul, Vander de Jesus, explicou que como o lago possui dois níveis, os peixes vão ficar no segundo nível. O Imasul irá monitorar a situação, caso haja a necessidade da retirada dos peixes.

O desassoreamento dos lagos faz parte das seis ações realizadas pelo Governo do Estadoem parceria com a prefeitura para a revitalização do Parque das Nações indígenas, frequentado diariamente por cerca de duas mil pessoas.

É previsto durante o processo de desassoreamento do lago para retirada de aproximadamente 140 mil metros cúbicos de areia, com a utilização de escavadeiras hidráulicas.

O desassoreamento e recuperação dos lagos de contenção do Parque das Nações Indígenas será realizado através de convênio com o repasse de R$ 1,5 milhão – recursos do Imasul, oriundos de compensação ambiental. Os serviços serão executados pela administração municipal, por meio da Sisep e têm previsão de até 120 dias para serem concluídos.

Será construído um piscinão no Córrego Reveillon, na esquina das avenidas Mato Grosso com Hiroshima; controle de erosão e recomposição vegetal das margens do Córrego Joaquim Português; e implantação de uma comporta de regulação do nível do lago, tão logo o desassoreamento esteja concluído.

Para evitar que o lago volte a ficar assoreado, com o carreamento de areia junto com a enxurrada que desce dos bairros do entorno do Parque dos Poderes, serão executados dois projetos, nos córregos  Reveillon e Manoel  Português, cujas águas formam o lago. No Reveillon, será implantado um piscinão, inicialmente projetado para armazenagem de 22 mil metros cúbicos de água. No Manoel Português, o Governo do Estado vai executar obras de controle de erosão e replantio da vegetação nas margens. Os projetos já estão sendo contratados e a licitações devem ocorrer até dezembro de 2019.

Com as intervenções programadas, além de recuperar um cartão postal da Capital, os lagos terão um papel importante no controle de enchentes de afluentes do Córrego Prosa, que em dias de chuva mais intensa, transbordam na região do Shopping Campo Grande.  Terão capacidade para armazenar 65 mil metros cúbicos de água, o equivalente a três vezes a capacidade do piscinão que será construído nos altos da Avenida Mato Grosso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Homem é levado ao pronto socorro após levar coice de cavalo
Geral
Guanandizão sediará Liga das Nações de Vôlei
Geral
Estado terá apoio federal no combate às queimadas
Geral
Quer ir ao show do Henrique e Juliano na faixa? Saiba como
Geral
Vídeo mostra mulher “voando” depois de ser chifrada por touro
Geral
Caiman tem apoio do Estado para combater queimadas
Geral
Vídeo - Cliente se revolta com valor pago no “espetinho da Valley” e tenta agredir vendedor
Geral
MS terá 47 milhões de dólares para aprimorar gestão
Geral
Agehab notifica beneficiários para regularizar inadimplência em 10 dias
Geral
Prefeitura termina asfalto no Anache e avança obras no Nova Lima

Mais Lidas

Cidade
Vítima é socorrida em estado grave após tentativa de homicídio
Geral
Vídeo - Cliente se revolta com valor pago no “espetinho da Valley” e tenta agredir vendedor
Geral
Fogo em fazenda em Bodoquena quase atinge área urbana
Polícia
Família busca por adolescente que está desaparecida