Menu
Busca sexta, 19 de agosto de 2022
(67) 99647-9098
TJMS Agosto 22
Geral

Inédito: Prefeitura promove Marcha de Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher

A ação terá a participação da modelo e atriz Luiza Brunet, ativista social representante nacional

29 novembro 2021 - 14h39Taynara Menezes, com assessoria

A Subsecretaria de Políticas para a Mulher (SEMU) promoverá, pela primeira vez, no próximo dia 06 de dezembro, o dia do Laço Branco, a Marcha de Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher. A concentração é a partir das 9 horas, no Paço Municipal, e termina na praça do Rádio Clube.

A ação faz parte da Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, com o intuito de chamar não só a atenção das mulheres, mas dos homens também. 

A Marcha terá a participação de servidores públicos, policiais e demais convidados além da modelo e atriz Luiza Brunet, uma importante ativista social pelo fim da violência contra as mulheres no âmbito e representante nacional da Virada Feminina.

A subsecretária de Políticas para a Mulher, Carla Stephanini, destaca a importância de sensibilizar os homens também pelo fim da violência contra a mulher. “Pela primeira vez estamos mobilizando os homens para se juntarem nessa Marcha e, assim, acreditamos que a ação irá sensibilizar outros homens também. A SEMU faz o atendimento a mulher vítima de violência doméstica, porém, é fundamental trabalhar a prevenção não só com elas mas com os homens também, desconstruindo ideias arraigadas em nossa sociedade, chamando a atenção deles sobre comportamentos machistas e prejudiciais às mulheres”.

História

A Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é uma campanha mundial realizada anualmente desde 1991, em vários países, entre os dias 25 de novembro e 10 de dezembro, período que compreende datas representativas para o enfrentamento às várias formas de violência contra as mulheres.

No Brasil, a campanha é realizada desde 2003 e se inicia no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, com o objetivo de dar visibilidade para a situação das mulheres negras que, além da violência de gênero sofrem a violência racial.

No dia seis de dezembro de 1989 aconteceu o Massacre de Mulheres em Montreal, no Canadá, quando 14 estudantes de engenharia foram assassinadas por um jovem que não aceitava a presença de mulheres no curso. Esse massacre deu origem à Campanha Internacional do Laço Branco. No Brasil, a partir de 2007, é o dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres, instituído pela Lei n. 11.489/07.

No âmbito do município de Campo Grande, foi criada a Lei n. 6.136/18 que instituiu no calendário oficial de eventos da Capital o dia 06 de dezembro como o Dia Municipal de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. A campanha é uma estratégia de mobilização da sociedade, por meio de organizações que desenvolvem ações coordenadas visando à sensibilização, conscientização e o engajamento na prevenção e na eliminação de todas as formas de discriminação e violência contra mulheres e meninas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Aeroporto de Campo Grande é vendido para a empresa espanhola Aena
Geral
Famílias indígenas recebem R$ 378 mil para compra de material de construção
Geral
JD1TV: Ônibus 'cai' em cratera aberta pela chuva no Nova Lima
Geral
Kid Bengala lança campanha eleitoral "vou entrar com tudo"
Geral
Marquinhos quer afastar delegada de inquérito
Política
Bolsonaro parte pra cima de eleitor em Brasília
Geral
Etanol tem a maior variação de preço na Capital, aponta Procon-MS
Geral
Prêmio Top Mega Brasil 2022 tem cinco finalistas de MS
Geral
Após denúncias, vereadores debatem mudanças no Proinc
Geral
JD1TV: Atleta angolano de futevôlei é vítima de racismo durante jogo em MS

Mais Lidas

Polícia
Dupla é indiciada por tentativa de triplo homicídio no Aero Rancho
Polícia
Filhos de idosa abandonada em casa cheia de fezes são encontrados
Polícia
Mulher é resgatada antes de ser queimada por facção em 'micro-ondas humano'; vídeo
Polícia
Morre encanador que caiu em buraco de obra em Campo Grande