Menu
Busca terça, 25 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Justiça de Goiás determina prisão de João de Deus

Acusações de abusos sexuais contra João de Deus havia recebido 330 mensagens

14 dezembro 2018 - 14h21Da Redação com Agência Brasil

A Secretaria de Segurança Pública de Goiás confirmou há pouco que o Tribunal de Justiça de Goiás acatou o pedido do Ministério Público de Goiás (MP-GO) e determinou a prisão do médium goiano João Teixeira de Faria, o João de Deus. Ele é alvo de denúncias de abusos sexuais. Como o processo tramita em segredo de Justiça, o MP-GO não vai se manifestar.

O advogado Alberto Toron protocolou na quinta-feira (13) pedido para que o tribunal autorizasse o médium a continuar os atendimentos na Casa Dom Inácio Loyola, em Abadiânia.

Até esta quinta-feira, a força-tarefa criada pelo Ministério Público estadual para apurar as acusações de abusos sexuais contra João de Deus havia recebido 330 mensagens e contatos por telefone de mulheres que afirmam ser vítimas de crimes sexuais praticados pelo médium.

Promotorias de Justiça Criminais do Ministério Público de outros estados também estão recebendo denúncias e auxiliando o Ministério Público de Goiás na apuração, colhendo os depoimentos das denunciantes que não moram em Goiás.

O médium de 76 anos fundou, em 1976, a Casa Dom Inácio de Loyola no município goiano de 12 mil habitantes, a cerca de 110 quilômetros de Brasília e à mesma distância de Goiânia.

Memória

As denúncias começaram a vir a público na última sexta-feira (7) quando o programa Conversa com Bial, da TV Globo, divulgou as primeiras denúncias de abuso sexual. A partir daí, outras mulheres que afirmam ser vítimas do médium começaram a procurar as autoridades e a imprensa. Nessa quarta-feira, em sua primeira aparição pública, o médium disse que é inocente e está à disposição da Justiça brasileira.

"Irmãos e minhas queridas irmãs, agradeço a Deus por estar aqui. Quero cumprir a lei brasileira. Estou nas mãos da Justiça. O João de Deus ainda está vivo", declarou o médium ao passar pela Casa Dom Inácio, onde permaneceu por menos de dez minutos antes de sair alegando estar passando mal.

Assembleia para todos - junho-19

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
“Objetivo é demonstrar nossa contrariedade à reforma da previdência”, diz Sinpol
Geral
Exposição fotográfica "Olhares do Boêmio" acontece na Câmara
Geral
Termina desassoreamento do lago menor no Parque das Nações
Geral
Homem morre após sofrer acidente em rodovia
Geral
Oposição vence eleição à prefeitura em Istambul
Geral
Licenciamento de placas com finais 4 e 5 devem ser pagos nesta semana
Geral
EUA buscam coalizão global contra Irã
Geral
Arraiá saudável
Veja dicas de como participar das festanças e não sair com a saúde prejudicada
Geral
Jovem pesquisador quer ouvir professores de MS sobre gênero e sexualidade
Geral
Influenciadores digitais se reúnem para discutir educação financeira

Mais Lidas

Brasil
Pai encontra corpo da filha desaparecida na casa do ex-namorado
Polícia
Pilar de concreto cai e mata criança deitada em rede
Polícia
Pai atira em filho por causa de cobrança de dívida e foge
Cidade
Supermercado Real é autuado pela venda de produtos vencidos