Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Onça fugitiva não representa perigo, afirma PMA

21 novembro 2010 - 10h21
Após vasculhar toda a parte interna da Unidade de Conservação do Parque do Prosa, no Parque dos Poderes, no intuito de localizar a onça pintada que escapou do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), a Polícia Militar Ambiental (PMA) cessou as buscas, mas garante que o animal não representa risco para a população. “Não há registros de que ela [a onça] ainda continue no parque. Vale ressaltar que o ser humano não faz parte da cadeia alimentar deste animal e que a tendência dela é fugir quando vê uma pessoa. A onça só ataca se o indivíduo tentar capturá-la, sendo assim orientamos que caso avistem a onça, os moradores devem entrar em contato com a PMA”, diz o comandante da PMA, major Matoso. Embora as buscas tenham cessado por parte da PMA, a direção do Parque continua com o monitoramento. “Acreditamos que a onça não esteja mais por perto, mas mesmo assim instalamos câmeras de monitoramento, que conseguem detectar se a onça voltar. Estas câmeras são instaladas à noite e retiradas pela manhã”, explicou o gestor do parque, o biólogo Pedro Menezes. Fuga Segundo o coordenador do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), o biólogo Élson Borges, a onça pintada, de aproximadamente oito meses de idade chegou ao centro com dois meses de idade proveniente do município de Águas Claras, sendo encontrada em uma pastagem. A onça tem cerca de 50 kg, 60 cm de comprimento e 35 cm de altura. No dia 28 de outubro, o animal fugiu do CRAS deixando a população um pouco amedrontada. Conforme Borges, uma anta teria ocasionado o rompimento da porta do local onde a onça estava. “Naquele dia havia só um funcionário que conta que uma anta adulta, de aproximadamente 300 kg, 1 metro de altura e ½ de comprimento investiu contra a onça, abrindo a porta de onde ela estava”, conta reforçando que o local estava com cadeado. Atualmente o CRAS possui cerca de mil animais, dentre aves, mamíferos e répteis. Visitação no Parque A visitação no Parque, suspensa em decorrência do sumiço da onça e também de uma reforma que está sendo realizada, deve reabrir no dia 1º de dezembro. De acordo com o gestor do parque, Pedro Menezes, no local está acontecendo uma grande reforma sendo modificadas as guaritas dos parques, o centro de visitantes e o acesso ao parque que ganha asfalto novo. O parque é aberto para visitação de terça a domingo, nos períodos da manhã e tarde. Sendo que os passeios são gratuitos. No local, as pessoas irão encontrar o bioma do cerrado; mata de galeria, ciliar e cerrado; os córregos Desbarrancado e Joaquim Português, que formam o Prosa; flora e fauna; árvores e animais, como por exemplo: tamanduá, macacos e corujas. As visitas podem ser agendadas pelo telefone: (67) 3326-1370.
Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Reservatório no Distrito Federal chega a 100% de capacidade
Geral
Universidade leva serviços gratuitos à comunidade no próximo dia 25
Geral
CapacitaSUAS avança em MS e estado reforça pioneirismo na Assistência Social
Geral
Mega-Sena pode pagar 7 milhões neste sábado
Geral
Novas medidas deixarão banda larga mais acessível, segundo Anatel
Geral
Vídeo - Após mulher trocar senha do wi-fi, vizinhos apedrajam casa
Geral
Feijoada do FAC terá renda revertida em agasalhos
Geral
Caminhão da Serasa chega a Campo Grande na próxima semana
Geral
UFMS pode paralisar em setembro, diz Marcelo Turine
Geral
Casas Bahia é autuada por publicidade enganosa

Mais Lidas

Polícia
Ex-marido esfaqueia mulher em boate ao ver localização em rede social
Geral
Vídeo - Após mulher trocar senha do wi-fi, vizinhos apedrajam casa
Polícia
Homem toma arma de policial, troca tiros com outros e morre em telhado de casa
Cidade
Inscrições para sorteio de apartamentos na capital encerram terça-feira