Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Geral

Policiais federais fazem protesto por melhores condições na fronteira

01 setembro 2011 - 18h49Divulgação

Policiais federais de Ponta Porã fizeram nesta quinta-feira protesto, que durou cerca de duas horas, para reivindicar melhores condições de trabalho na delegacia da região de fronteira.

Segundo o presidente do sindicato, Jorge Ribeiro Caldas, o prédio da delegacia no município está em péssimas condições. Portões eletrônicos e cercas elétricas que não funcionam, salas cujos pisos e janelas estão quebrados, além de goteiras, vazamentos, infiltrações e problemas elétricos, estão entre as principais deficiências da estrutura.

Segundo levantamento feito pelo sindicato, a delegacia foi a que mais apreendeu entorpecente e contrabando em todo o estado, uma vez que a cidade está localizada em uma região fronteiriça vizinha ao Paraguai. Desde o início do ano até agora, mais de 18 toneladas de entorpecente foram apreendidas em investigações por policiais daquela unidade.

Em abril, a falta de estrutura na delegacia que fica localizada em posição estratégia para o tráfico internacional já havia sido destacada pela imprensa nacional. Os problemas divulgados davam conta de falta de colete balístico, viaturas paradas por falta de manutenção, racionamento de combustível e redução no efetivo.

A Polícia Federal cobra construção de novas delegacias em Ponta Porã, bem como Corumbá, fronteira com a Bolívia.

Ao assumir a superintendência da PF em Mato Grosso do Sul, no começo deste mês, Edgar Marcon afirmou que espera reforços na região de fronteira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Nota MS Premiada terá o 8° sorteio de R$ 300 mil nesta quarta
Geral
Outubro pode começar sem toque de recolher
Geral
Vídeo: "Homem enfiando no c* do outro não é de Deus”, diz mulher ao ameaçar casal gay
Geral
Capital perde Pierre Adri
Geral
Super salário é a "cruz" para Harfouche na campanha
Geral
Empresa cria aplicativo para detectar incêndios e desmatamento
Geral
Homem visita academia, passa mal e morre em Campo Grande
Geral
MP e Fiems unem-se contra compra de votos
Geral
Dois locais de votação sofrem alteração na capital; confira
Geral
Reinaldo retoma atividades presenciais após quarentena

Mais Lidas

Economia
Comércio da fronteira com Paraguai segue fechado
Saúde
Preocupados com a proximidade do feriado, SES alerta que a Covid não está controlada
Cidade
Bamboa doa água e enérgetico para brigadistas no pantanal
Cidade
Marechal Deodoro será recapeada e ganhará corredor exclusivo para ônibus