Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Justiça

Caso João de Deus: Defesa afirma não ter tido acesso a depoimentos

Nem mesmo o número do processo, que corre em segredo de Justiça por se tratar de crime sexual, foi informado à defesa

14 dezembro 2018 - 15h57Da Redação com Agência Brasil

A defesa do médium goiano João Teixeira de Faria, o João de Deus, afirmou, em nota divulgada nesta sexta-feira (14), que ainda não teve acesso aos depoimentos prestados por parte das centenas de mulheres que afirmam serem vítimas de abusos sexuais cometidos pelo médium ao longo de anos.

“Na última segunda-feira (10), estivemos no Ministério Público estadual, em Goiânia, para obter cópias dos depoimentos prestados pelas vítimas e amplamente noticiados pela imprensa. O pedido foi negado sob o argumento da preservação do sigilo”, afirmam os advogados Alberto Toron e Luisa Moraes Abreu Ferreira na nota divulgada poucas horas após a Justiça de Goiás acatar o pedido do MP estadual e determinar a prisão preventiva do médium.

“É inaceitável a utilização de pretextos e artifícios para se impedir o exercício do direito de defesa. Sobretudo no que diz com o direito básico de se aferir a legalidade da decisão mediante a impetração de habeas corpus”, acrescentam os advogados, afirmando que nem mesmo o número do processo, que corre em segredo de Justiça por se tratar de crime sexual, foi informado à defesa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
CPI acusa Energisa de alterar resolução da Aneel para barrar perícia
Justiça
Assembleia fechará semestre em home office
Justiça
Reinaldo interpela o deputado Contar
Justiça
Veja a lista de escolas que terão desconto de até 25% nas mensalidades
Justiça
Justiça afasta adolescente de casa por abusar da irmã de 7 anos
Justiça
Farmácia terá que pagar R$ 20 mil à mulher que foi aliciada em atendimento
Justiça
Justiça: Uniderp demora a entregar diploma e pagará R$ 8 mil a estudante
Justiça
TCU determina devolução de auxílio recebido por militares
Justiça
Vídeo - Com filho nos braços, Karinne chora ao relembrar de assassinato do marido
Justiça
Justiça - Empresa de formatura terá que indenizar acadêmica coagida

Mais Lidas

Política
Ajuda federal: Marquinhos pede que Bolsonaro cumpra o combinado
Geral
Senado aprova PL que proíbe corte de água e energia aos finais de semana
Polícia
Familiares ficam apavorados com sumiço de jovem na fronteira
Geral
Procon-MS pede explicação ao Consórcio Guaicurus sobre "precariedade" em linhas de ônibus