Menu
Busca quarta, 21 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Justiça

Caso João de Deus: Defesa afirma não ter tido acesso a depoimentos

Nem mesmo o número do processo, que corre em segredo de Justiça por se tratar de crime sexual, foi informado à defesa

14 dezembro 2018 - 15h57Da Redação com Agência Brasil

A defesa do médium goiano João Teixeira de Faria, o João de Deus, afirmou, em nota divulgada nesta sexta-feira (14), que ainda não teve acesso aos depoimentos prestados por parte das centenas de mulheres que afirmam serem vítimas de abusos sexuais cometidos pelo médium ao longo de anos.

“Na última segunda-feira (10), estivemos no Ministério Público estadual, em Goiânia, para obter cópias dos depoimentos prestados pelas vítimas e amplamente noticiados pela imprensa. O pedido foi negado sob o argumento da preservação do sigilo”, afirmam os advogados Alberto Toron e Luisa Moraes Abreu Ferreira na nota divulgada poucas horas após a Justiça de Goiás acatar o pedido do MP estadual e determinar a prisão preventiva do médium.

“É inaceitável a utilização de pretextos e artifícios para se impedir o exercício do direito de defesa. Sobretudo no que diz com o direito básico de se aferir a legalidade da decisão mediante a impetração de habeas corpus”, acrescentam os advogados, afirmando que nem mesmo o número do processo, que corre em segredo de Justiça por se tratar de crime sexual, foi informado à defesa.

Prefeitura - Niver CG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Agente federal é absolvido de homicídio pela justiça
Justiça
Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento é lançado pela CNJ
Justiça
Dodge reafirma apoio à Lava Jato
Justiça
MPF solicita arquivamento de "inquérito das fake news"
Justiça
TJ manda destravar promoção de procuradores
Justiça
Moradora de MS terá direito de resposta após ser ofendida por apresentador da Band
Justiça
Mais de 2 mil processos serão eliminados em Angélica
Justiça
Jovem que causou acidente com morte de idosos vai a júri popular
Justiça
Fux decide que provas de investigação sobre hackers devem ser preservadas
Justiça
STF mantém decisão de Barroso sobre demarcação de terras indígenas

Mais Lidas

Polícia
Rapaz de 18 anos é preso após dormir com namorada de 11 anos
Geral
Servidor público comete suicídio com cinto
Brasil
Vídeo mostra momento em que sequestrador é executado pelo BOPE
Polícia
Antes de suicídio, PM desabafa em carta de despedida