Menu
Busca quinta, 27 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

Militar é executado em lanchonete

A execução envolveu ao menos cinco pessoas que já estão presas e um foi morto

10 fevereiro 2019 - 13h04Da redação

Juciel Rocha Professor foi executado na madrugada deste domingo (10) com pelo menos cinco tiros na cabeça em uma lanchonete de  Maracaju.

Conforme informações policiais, dois homens em uma motocicleta chegaram ao local e o passageiro  desceu sem tirar o capacete e seguiu diretamente ao policial que estava acompanhado de amigos e a namorada.

Sem ter como reagir, a vítima foi atingida pelos disparos e morreu na hora. O autor se entregou na delegacia de polícia da cidade e um segundo envolvido no crime, que estava com a moto usada na execução, entrou em confronto com policiais do Choque e Bope e morreu.

Um terceiro envolvido foi preso pela PM, um homem pela Polícia Civil e outro se entregou. Durante as buscas, o Choque recebeu apoio do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), além das polícias Civil e Militar.

Assembleia para todos - junho-19

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Adolescente é apreendido após agredir a mãe
Polícia
Delegacia de Aquidauana tem nova titular após prisão de delegado
Política
Coronel David defende Bolsonaro sobre decisão da demarcação de terras indígenas
Polícia
Helder Molina, o “Dom Molina”, morre em Campo Grande
Polícia
Garoto tem cabeça esmagada por caminhão boiadeiro
Polícia
PF realiza operação em casas de apoio a facções criminosas da capital
Polícia
Dupla fica ferida ao capotar caminhonete carregada de maquiagem
Polícia
Homem é atendido com faca cravada no crânio em MS
Polícia
Vídeo – ex-policial é executado no estacionamento do Shopping China
Polícia
Polícia encontra divergências em amostras de maconha na delegacia de Itaquiraí

Mais Lidas

Geral
Sorteio dos 602 apartamentos será transmitido pela internet
Polícia
Helder Molina, o “Dom Molina”, morre em Campo Grande
Polícia
Garoto tem cabeça esmagada por caminhão boiadeiro
Internacional
Foto de pai e filha afogados na fronteira mexicana retrata crise migratória