Menu
Busca terça, 28 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Política

Após cassação, Edson Moraes é eleito novo prefeito de Miranda

Eleição suplementar foi realizada em razão da cassação em agosto deste ano da prefeita e do vice eleitos em 2016

07 outubro 2019 - 09h55Priscilla Porangaba, com informações da assessoria

Após ex-prefeita Marlene Bossay e seu vice, Adailton Rojo Alves (PTB) serem cassados, Edson Moraes, do Partido Patriota, foi eleito como novo prefeito de Miranda nesse domingo (6) em uma eleição suplementar.

O resultado foi confirmado às 18 horas, com 99,32% das seções totalizadas. O mandato vai até 31 de dezembro de 2020.

Com a apuração completa, o candidato do Patriota teve 7.844 votos, o que corresponde a 63,01%. Valter Ferreira, o Nego (DEM), teve 3.891 votos, o que corresponde a 31,26%. Já Jorginho Cordella (Solidariedade), teve 461 votos, o que corresponde a 3,70% e Zé Lopes (PV), 252 votos, o equivalente a 2,02%.

Ao todo, 12.953 eleitores, 69,36%, compareceram as urnas e 5.721 (30,64%) se ausentaram. A eleição suplementar registrou ainda 1,30% de votos brancos (168) e 2,60% (337) de votos nulos.

O novo prefeito eleito 58 anos e  foi eleito vereador pelo município em 2012 e reeleito em 2016, sendo eleito presidente da Câmara Municipal.

Desde agosto deste ano, com a cassação da prefeita e do vice eleitos em 2016, ocupava interinamente o cargo de prefeito da cidade.

Denúncia e cassação

A ex-prefeita de Miranda, Marlene Bossay e seu vice, Adailton Rojo Alves (PTB), foram acusados por compra de votos e abuso de poder econômico.

A denúncia foi apresentada o Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) em 7 de dezembro de 2016, poucos meses depois das eleições.

Conforme a acusação, em 26 de setembro de 2016, Alexandre Bossay, também filho da prefeita e irmão de Ivan, foi à aldeia Lalima, onde “deu e ofereceu” a uma moradora cestas básicas em troca de votos

Conforme denúncia, durante a campanha de 2016 o filho da prefeita, Alexandre Bossay, foi flagrado e preso quando entregava cestas básicas na aldeia Lalima, em Miranda. 

Ainda teriam sido encontrados vários tickets em postos de combustíveis, que teriam sido repassados a eleitores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Nelsinho define estratégias para lançar “nomes competitivos” na capital e interior
Política
Fábio critica corte de verbas na fronteira e cobra vinda de Moro a MS
Política
Bolsonaro desponta em pesquisa e fica 12% a frente de Lula
Política
Nelsinho tenta liberar R$ 600 mi em financiamento para MS
Política
Coronel David classifica como grave a situação na fronteira
Política
Ministério Público denuncia Glenn Greenwald por ligação com hackers
Política
Prazo para regularização do título termina em maio
Política
Bolsonaro sanciona LOA de 2020
Política
Bolsonaro anuncia aumento de 12% no salário do professor do ensino básico
Política
Após declarações nazistas, Bolsonaro exonera Roberto Alvim

Mais Lidas

Oportunidade
JBS abre 150 vagas em Dourados
Esportes
Prefeitura abre seletiva para projeto de ginástica rítmica
Geral
UEMS suspende divulgação do resultado SISU 2020 temporariamente
Saúde
Prefeitura orienta empresas para evitar foco de dengue em obras públicas