Menu
Busca terça, 25 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Política

Lei que regulamenta aplicativos de transporte é aprovada por vereadores

Após debate na Câmara Municipal, Projeto de Lei segue para análise do prefeito

05 setembro 2019 - 13h58Sarah Chaves, com informações da assessoria

Os vereadores aprovaram, na sessão desta quinta-feira (29), na Câmara Municipal, o Projeto de Lei 9.430/19, do Executivo, que trata da regulamentação dos aplicativos de motoristas privados. A proposta foi bastante debatida e aprovada com emendas coletivas.

A Comissão Permanente de Legislação, Justiça e Redação Final, Comissão Permanente de Transporte e Trânsito e Apoio Legislativo da Casa de Leis compilaram as 84 alterações das emendas de forma coletiva, em consenso da maioria, para votação na sessão desta quinta-feira.  

O vereador Otávio Trad, presidente da Comissão Permanente de Legislação, Justiça e Redação Final, esclareceu que o projeto foi elaborado e alterado de maneira democrática na Casa de Leis, ouvindo as partes para que todos se pronunciassem”, disse.

A regulamentação prevê a necessidade de credenciamento junto às Operadoras de Tecnologia de Transporte (OTT), responsáveis pela intermediação entre os motoristas prestadores de serviço e os seus usuários, recibo eletrônico para o usuário contendo alguns itens específicos. A norma estabelece ainda regras básicas para as operadoras e requisitos mínimos para prestação de serviços.

Tramitação 

O projeto vem sendo debatido há mais de um ano na Câmara, como relembrou o presidente da Câmara Municipal, vereador Prof. João Rocha no início da votação. Inicialmente, o prefeito tinha publicado decreto com as normas, o qual acabou sendo questionado na Justiça. O projeto de Lei foi apresentado e debatido pelos vereadores. Foi promovida Audiência Pública para debater a proposta de regulamentação. O debate, convocado pela Comissão Permanente de Legislação Participativa da Câmara Municipal reuniu representantes da classe, além de taxistas, mototaxistas e autoridades no setor.

A proposta acabou sendo retirada da tramitação da Casa pelo Executivo e reapresentada no dia 8 de julho, com algumas mudanças do original. Os vereadores, acatando sugestões de usuários e motoristas, fizeram as emendas, resultando na aprovação durante a sessão desta quinta-feira, com as emendas coletivas. Agora, o Projeto segue para sanção ou veto do prefeito, com as alterações aprovadas pelos vereadores.

Jacarezão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Mais um assalto em condomínio, agora no Shalom
Política
Gleisi Hoffman se reúne com petistas em Campo Grande neste sábado
Política
Salineiro chama Cid Gomes de louco e diz que atirador “agiu certo”
Política
Assembleia - Lídio Lopes continua no comando da CCJ
Política
General Braga Netto é empossado por Bolsonaro na Casa Civil
Política
Tereza Cristina debaterá regularização fundiária no Senado
Polícia
Morador de rua é encontrado morto com perfuração na axila na capital
Política
Vereadores decidem nesta terça sobre o hino nacional nas escolas
Política
Reinaldo assina carta onde governadores cobram de Bolsonaro “equilíbrio e sensatez”
Política
Bolsonaro anuncia mudanças na Casa Civil e no Ministério da Cidadania

Mais Lidas

Cidade
Confira quais serviços funcionam nesta terça-feira de Carnaval
Geral
Terça começa sem atrasos e cancelamentos no aeroporto da capital
Economia
Bancos passam a cobrar dólar do dia da compra com cartão
Cidade
Passarela do samba está pronta para o primeiro dia de desfile